Zé Milton quer criar fato novo

Rolando Christian Coelho, 17/07/2019


Convite do deputado estadual José Milton Scheffer (PP) para que Secretário de Administração e Finanças de Balneário Gaivota, Jeferson Raupp, volte a se filiar ao Progressistas de Sombrio, objetiva, por óbvio, a criação de um fato novo no processo político local, com vistas à 2020. Nos últimos anos Jeferson tem permanecido ligado a gestão municipal gaivotense, tendo se afastado das articulações políticas em Sombrio.


Especificamente nos últimos dois anos, o Progressistas do município tem tentado traçar um caminho a seguir, mas enfrenta dificuldades no que diz respeito a busca da unidade. Recentemente o empresário Teco Silvério, um dos pré-candidatos da sigla ao executivo, passou a flertar com o Democratas, partido para o qual deverá migrar. Em princípio, tudo levava a crer que Cristian Rosa seria, a partir de então, o nome consensual da sigla para a disputa majoritária de 2020. No entanto, o vereador Peri Soares diz manter a mesma pretensão, o que acaba obscurecendo qualquer projeto em torno de Cristian.


Em meio a esta situação de indefinição é que surge o nome de Jeferson Raupp. Com quase duas décadas de atuação junto à cúpula progressista, ele conhece todos os meandros do partido, e também os caminhos que podem levar a uma boa coligação para o enfrentamento do ano que vem. Afora isto, representa o fato novo no cenário municipal, que tem passado a impressão de estar com suas cartas marcadas há algum tempo. “Se de fato eu for candidato, vou fazer uma campanha propositiva, usando a experiência que adquiri ao longo dos anos na gestão pública para contribuir com o município”, ressalta Jeferson, já falando como pré-candidato.


Eder Matos diz que vai se dedicar a política, agora


Prefeito de Meleiro, Eder Matos (PSB), diz que, a partir de agora, irá se dedicar, também, as questões político-partidárias de seu município. De acordo com Eder, os dois primeiros anos e meio de sua gestão foram focadas, meramente, nas questões de ordem administrativa. De acordo com ele, nesta segunda etapa de sua gestão, haverá, de forma mais freqüente, agenda para as questões partidárias, tudo fora do expediente de trabalho. “Tinha a preocupação de encaminhar o nosso governo e isto já foi feito. Temos cumprido com nossos compromissos e isto nos tranquiliza. A partir de agora vou focar, também, as questões ligadas a 2020”, ressalta.


PSL e PT devem rivalizar em Sombrio ano que vem


Além das candidaturas tradicionais, que deverão pautar a política sombriense ano que vem, dois nomes tem chamado a atenção no que diz respeito a possibilidade de disputa majoritária em 2020: Clodoaldo Patrício, pelo PSL, e Adriano Rodrigues, o Perna, pelo PT. Antagonistas no processo eleitoral do ano passado, por conta das sérias divergências ideológicas que separam seus partidos, ambos manifestam nítida intenção de disputar a Prefeitura Municipal, independente de coligações. Um debate entre as duas siglas, em nível municipal, seria, de fato, algo no mínimo diferenciado. Outro município onde PSL e PT também podem rivalizar é Araranguá, ainda que rumores não parem de dar conta de que PT e MDB poderão estar juntos na disputa pelo executivo na Cidade das Avenidas.


Tiago Zilli está torcendo por convênio das Estradas


Prefeito de Turvo, Tiago Zilli (MDB), diz estar torcendo para que Governo do Estado firme, em definitivo, convênio com a Amesc para repasse de recursos visando manutenção das estradas estaduais na região. Em princípio, governo está propenso em repassar cerca de R$ 400 mil todos os meses, para que, através das prefeituras, sejam mantidos e recuperados 250 quilômetros de estradas no Extremo Sul. “Serão quase R$ 5 milhões por ano. Hoje não vem nenhum centavo”, sentencia o prefeito. As Câmaras de Vereadores precisam autorizar o convênio. Em alguns municípios já houve aprovação. Em outros ainda não.


PSDB poderá ter Clésio Salvaro e Moreira, em Criciúma


Caso Eduardo Moreira deixe de fato o MDB, o caminho mais curto para que ele continue na crista da onda na política catarinense é o PSDB, partido com o qual sempre manteve afinidade em nível estadual. Problema de Moreira é que é justamente em Criciúma aonde ele nutre as principais divergências com os tucanos, por conta da rivalidade local com o prefeito Clésio Salvaro (PSDB). Ainda que Salvaro e os atuais caciques do MDB criciumense já tenham derrubado vários muros que os separavam, paira no ar um clima de Guerra Fria entre os dois lados. Vale lembrar, no entanto, que tanto os caciques do PSDB estadual, como nacional, parecem nutrir mais apreço político por Moreira do que por Salvaro. Nunca é demais lembrar que Salvaro nasceu do PFL, e o PSDB do PMDB.

Convite do deputado estadual José Milton Scheffer (PP) para que Secretário de Administração e Finanças de Balneário Gaivota, Jeferson Raupp, volte a se filiar ao Progressistas de Sombrio, objetiva, por óbvio, a criação de um fato novo no processo político local, com vistas à 2020. Nos últimos anos Jeferson tem permanecido ligado a gestão municipal gaivotense, tendo se afastado das articulações políticas em Sombrio.

Especificamente nos últimos dois anos, o Progressistas do município tem tentado traçar um caminho a seguir, mas enfrenta dificuldades no que diz respeito a busca da unidade. Recentemente o empresário Teco Silvério, um dos pré-candidatos da sigla ao executivo, passou a flertar com o Democratas, partido para o qual deverá migrar. Em princípio, tudo levava a crer que Cristian Rosa seria, a partir de então, o nome consensual da sigla para a disputa majoritária de 2020. No entanto, o vereador Peri Soares diz manter a mesma pretensão, o que acaba obscurecendo qualquer projeto em torno de Cristian.

Em meio a esta situação de indefinição é que surge o nome de Jeferson Raupp. Com quase duas décadas de atuação junto à cúpula progressista, ele conhece todos os meandros do partido, e também os caminhos que podem levar a uma boa coligação para o enfrentamento do ano que vem. Afora isto, representa o fato novo no cenário municipal, que tem passado a impressão de estar com suas cartas marcadas há algum tempo. “Se de fato eu for candidato, vou fazer uma campanha propositiva, usando a experiência que adquiri ao longo dos anos na gestão pública para contribuir com o município”, ressalta Jeferson, já falando como pré-candidato.

Eder Matos diz que vai se dedicar a política, agora

Prefeito de Meleiro, Eder Matos (PSB), diz que, a partir de agora, irá se dedicar, também, as questões político-partidárias de seu município. De acordo com Eder, os dois primeiros anos e meio de sua gestão foram focadas, meramente, nas questões de ordem administrativa. De acordo com ele, nesta segunda etapa de sua gestão, haverá, de forma mais freqüente, agenda para as questões partidárias, tudo fora do expediente de trabalho. “Tinha a preocupação de encaminhar o nosso governo e isto já foi feito. Temos cumprido com nossos compromissos e isto nos tranquiliza. A partir de agora vou focar, também, as questões ligadas a 2020”, ressalta.

PSL e PT devem rivalizar em Sombrio ano que vem

Além das candidaturas tradicionais, que deverão pautar a política sombriense ano que vem, dois nomes tem chamado a atenção no que diz respeito a possibilidade de disputa majoritária em 2020: Clodoaldo Patrício, pelo PSL, e Adriano Rodrigues, o Perna, pelo PT. Antagonistas no processo eleitoral do ano passado, por conta das sérias divergências ideológicas que separam seus partidos, ambos manifestam nítida intenção de disputar a Prefeitura Municipal, independente de coligações. Um debate entre as duas siglas, em nível municipal, seria, de fato, algo no mínimo diferenciado. Outro município onde PSL e PT também podem rivalizar é Araranguá, ainda que rumores não parem de dar conta de que PT e MDB poderão estar juntos na disputa pelo executivo na Cidade das Avenidas.

Tiago Zilli está torcendo por convênio das Estradas

Prefeito de Turvo, Tiago Zilli (MDB), diz estar torcendo para que Governo do Estado firme, em definitivo, convênio com a Amesc para repasse de recursos visando manutenção das estradas estaduais na região. Em princípio, governo está propenso em repassar cerca de R$ 400 mil todos os meses, para que, através das prefeituras, sejam mantidos e recuperados 250 quilômetros de estradas no Extremo Sul. “Serão quase R$ 5 milhões por ano. Hoje não vem nenhum centavo”, sentencia o prefeito. As Câmaras de Vereadores precisam autorizar o convênio. Em alguns municípios já houve aprovação. Em outros ainda não.

PSDB poderá ter Clésio Salvaro e Moreira, em Criciúma

Caso Eduardo Moreira deixe de fato o MDB, o caminho mais curto para que ele continue na crista da onda na política catarinense é o PSDB, partido com o qual sempre manteve afinidade em nível estadual. Problema de Moreira é que é justamente em Criciúma aonde ele nutre as principais divergências com os tucanos, por conta da rivalidade local com o prefeito Clésio Salvaro (PSDB). Ainda que Salvaro e os atuais caciques do MDB criciumense já tenham derrubado vários muros que os separavam, paira no ar um clima de Guerra Fria entre os dois lados. Vale lembrar, no entanto, que tanto os caciques do PSDB estadual, como nacional, parecem nutrir mais apreço político por Moreira do que por Salvaro. Nunca é demais lembrar que Salvaro nasceu do PFL, e o PSDB do PMDB.

Compartilhe

Voltar ao blog