Vidente de Araranguá diz que vacina para o coronavírus já existe, mas Brasil será um dos últimos a receber

A pandemia que pegou o mundo todo de surpresa e marcou o ano de 2020, já infectou 2,4 milhões de brasileiros e fez mais de 88 mil vítimas fatais. Na região da AMESC, já são mais de 1,3 mil casos e 21 mortes. Durante esta semana, mostramos o andamento das vacinas já criadas até o momento, você pode conferir a matéria clicando aqui.

Após ver o que a ciência diz, conversamos com a vidente e curandeira, Tereza Ramos Pedro. Visitamos a sua casa na comunidade do Manhoso, em Araranguá, para ouvir o que as visões dela mostram sobre o corona.

Dona Tereza, como é mais conhecida, disse que viu a doença pela primeira vez em dezembro. Quatro meses antes de Santa Catarina decretar o fechamento geral. “Eu sempre vi as coisas, inclusive em sonho. Esta doença eu vi no final do ano passado. Ela foi aparecendo aos poucos nas cartas quando eu fazia consultas individuais. Avisei o pessoal de um em um’, disse ela.

A vidente também falou sobre a cura da doença e quando ela deve chegar ao Brasil. “A cura virá na metade do próximo ano, em 2021. Será através de uma vacina, não de remédio”, diz dona Tereza. Ela também fala que a cura já existe, mas irá demorar para chegar aqui. “Ela já existe, mas ela não está sendo testada no Brasil ainda e ela não vem tão cedo para cá. Vamos ser um dos últimos países a receber, com exceção dos mais ricos”, salienta.

Dona Tereza também diz que viu que muita gente ser infectada. “A população não entende, acha que é loucura ou brincadeira, mas não é. É um problema sério. A gente quer ajudar o povo, isso está na bíblia, é tudo verdade”, finaliza.

A pandemia que pegou o mundo todo de surpresa e marcou o ano de 2020, já infectou 2,4 milhões de brasileiros e fez mais de 88 mil vítimas fatais. Na região da AMESC, já são mais de 1,3 mil casos e 21 mortes. Durante esta semana, mostramos o andamento das vacinas já criadas até o momento, você pode conferir a matéria clicando aqui.

Após ver o que a ciência diz, conversamos com a vidente e curandeira, Tereza Ramos Pedro. Visitamos a sua casa na comunidade do Manhoso, em Araranguá, para ouvir o que as visões dela mostram sobre o corona.

Dona Tereza, como é mais conhecida, disse que viu a doença pela primeira vez em dezembro. Quatro meses antes de Santa Catarina decretar o fechamento geral. “Eu sempre vi as coisas, inclusive em sonho. Esta doença eu vi no final do ano passado. Ela foi aparecendo aos poucos nas cartas quando eu fazia consultas individuais. Avisei o pessoal de um em um’, disse ela.

A vidente também falou sobre a cura da doença e quando ela deve chegar ao Brasil. “A cura virá na metade do próximo ano, em 2021. Será através de uma vacina, não de remédio”, diz dona Tereza. Ela também fala que a cura já existe, mas irá demorar para chegar aqui. “Ela já existe, mas ela não está sendo testada no Brasil ainda e ela não vem tão cedo para cá. Vamos ser um dos últimos países a receber, com exceção dos mais ricos”, salienta.

Dona Tereza também diz que viu que muita gente ser infectada. “A população não entende, acha que é loucura ou brincadeira, mas não é. É um problema sério. A gente quer ajudar o povo, isso está na bíblia, é tudo verdade”, finaliza.

Compartilhe

Voltar às notícias