Uniformes antigos podem virar máscaras

Ideia do Sicoob Credisulca beneficiará seus 260 colaboradores no combate ao Coronavírus

Em tempos de pandemia, pequenas ações podem fazer a diferença. Com este objetivo, o Sicoob Credisulca se manteve mobilizado nas últimas semanas para auxiliar no combate ao novo Coronavírus com o fornecimento de máscaras artesanais para seus colaboradores.

Recomendada recentemente pelo Ministério da Saúde, as máscaras são equipamentos importantes no combate a propagação do novo vírus e ela pode ser feita em casa mesmo. Para fornecer máscaras para seus mais de 260 colaboradores, a Credisulca utilizou a criatividade em prol da sustentabilidade.

De acordo com a analista de Gestão de Pessoas, Micheli Nicolete, a cooperativa reuniu os uniformes descartados dos colaboradores e produziu centenas de máscaras caseiras, contribuindo, inclusive, com os prestadores de serviços locais que produziram o material

“Estamos atentos as necessidades dos nossos colaboradores e a todas as orientações relacionadas a pandemia, buscando sempre seguir as recomendações de saúde. Para suprir a necessidade de máscaras, utilizamos os nossos uniformes antigos, que seriam descartados e produzimos centenas de máscaras que serão utilizadas por nossos colaboradores na sede administrativa e nas nossas 24 agências”, explicou Michele.

A sustentabilidade está presente em pequenas ações e apesar de todas as dificuldades dos tempos de pandemia, é preciso levar como legado o consumo consciente, principalmente dos nossos recursos. Há uma grande oportunidade de aprendizado quando a sustentabilidade, por isso, faça sua máscara e coopere com o combate ao novo Coronavírus.

Em tempos de pandemia, pequenas ações podem fazer a diferença. Com este objetivo, o Sicoob Credisulca se manteve mobilizado nas últimas semanas para auxiliar no combate ao novo Coronavírus com o fornecimento de máscaras artesanais para seus colaboradores.

Recomendada recentemente pelo Ministério da Saúde, as máscaras são equipamentos importantes no combate a propagação do novo vírus e ela pode ser feita em casa mesmo. Para fornecer máscaras para seus mais de 260 colaboradores, a Credisulca utilizou a criatividade em prol da sustentabilidade.

De acordo com a analista de Gestão de Pessoas, Micheli Nicolete, a cooperativa reuniu os uniformes descartados dos colaboradores e produziu centenas de máscaras caseiras, contribuindo, inclusive, com os prestadores de serviços locais que produziram o material

“Estamos atentos as necessidades dos nossos colaboradores e a todas as orientações relacionadas a pandemia, buscando sempre seguir as recomendações de saúde. Para suprir a necessidade de máscaras, utilizamos os nossos uniformes antigos, que seriam descartados e produzimos centenas de máscaras que serão utilizadas por nossos colaboradores na sede administrativa e nas nossas 24 agências”, explicou Michele.

A sustentabilidade está presente em pequenas ações e apesar de todas as dificuldades dos tempos de pandemia, é preciso levar como legado o consumo consciente, principalmente dos nossos recursos. Há uma grande oportunidade de aprendizado quando a sustentabilidade, por isso, faça sua máscara e coopere com o combate ao novo Coronavírus.

Compartilhe

Voltar às notícias