Unidades de Saúde de Forquilhinha abrem neste sábado para o Dia D contra o Sarampo

O atendimento será realizado das 8 às 17 horas, os pais devem levar a carteirinha de vacinação dos filhos


As unidades de saúde de Forquilhinha vão estar abertas neste sábado, 19, participando do Dia D da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo. O atendimento será realizado das 8 às 17 horas, exceto na unidade do bairro Ouro Negro que está em reforma. O foco nesta etapa são as crianças de 6 meses até as menores de 5 anos, e os pais precisam levar a carteirinha de vacinação dos filhos.


A campanha acontece devido ao surto da doença que atinge 19 estados, incluindo Santa Catarina. “As crianças menores de 5 anos precisam de mais atenção, pois elas correm um risco maior de desenvolver complicações como cegueira, encefalite, diarreia, infecções no ouvido e outros problemas”, conta a enfermeira responsável pela Vigilância Epidemiológica, Giseli Scandolara Bosa.


Durante o Dia D, outras vacinas vão estar disponíveis para atualização. A vacina do sarampo trivalente ainda protege contra caxumba e rubéola. Em um comunicado do dia 4 de outubro, o Ministério da Saúde informou que há mais de 5,4 mil casos confirmados de sarampo em território nacional.


As unidades de saúde de Forquilhinha vão estar abertas neste sábado, 19, participando do Dia D da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo. O atendimento será realizado das 8 às 17 horas, exceto na unidade do bairro Ouro Negro que está em reforma. O foco nesta etapa são as crianças de 6 meses até as menores de 5 anos, e os pais precisam levar a carteirinha de vacinação dos filhos.

A campanha acontece devido ao surto da doença que atinge 19 estados, incluindo Santa Catarina. “As crianças menores de 5 anos precisam de mais atenção, pois elas correm um risco maior de desenvolver complicações como cegueira, encefalite, diarreia, infecções no ouvido e outros problemas”, conta a enfermeira responsável pela Vigilância Epidemiológica, Giseli Scandolara Bosa.

Durante o Dia D, outras vacinas vão estar disponíveis para atualização. A vacina do sarampo trivalente ainda protege contra caxumba e rubéola. Em um comunicado do dia 4 de outubro, o Ministério da Saúde informou que há mais de 5,4 mil casos confirmados de sarampo em território nacional.

Compartilhe

Voltar às notícias