“Uma notícia falsa como essa não agrega em nada”, diz Daniel Freitas sobre suposta demissão de Moro

Em sua conta do Twitter, o Deputado Federal Catarinense garantiu que não houve pedido algum de demissão do Ministro da Justiça

Por Dyessica Abadi


Na tarde desta quinta-feira, 23, foi amplamente noticiado por diversos canais de notícia que o Ministro da Justiça, Sergio Moro, teria pedido demissão do Governo após ser informado pelo presidente da decisão de troca da diretoria-geral da Polícia Federal, hoje comandada por Maurício Valeixo. Em sua conta do Twitter, o Deputado Federal Catarinense, Daniel Freitas, garantiu que não houve pedido algum de demissão de Moro. O parlamentar teria entrado em contato com o chefe de gabinete do próprio Ministro para averiguar a situação.

[caption id="attachment_60479" align="aligncenter" width="500"] Foto: Divulgação/Twitter Daniel Freitas[/caption]

O que teria acontecido é uma ameaça de Moro, caso Bolsonaro executasse a troca do comando da PF. "É muito complicado isso, porque uma notícia falsa como essa não agrega em nada. Nós já estamos vivendo um momento extremamente delicado no Brasil", salienta o Daniel Freitas. Para ele, a crise sanitária causada pelo Covid-19 e que, por consequência, atingiu a economia, também está gerando também uma crise na área da segurança pública.
Nós deveríamos estar nos concentrando e o Governo Federal tem focado muito nisto: na nossa retomada da economia; e não em notícias fake news como essa do pedido de demissão do Ministro Sergio Moro". Daniel Freitas, Deputado Federal de Santa Catarina.

Poucas horas após as notícias acerca do suposto pedido de demissão, a cotação do dólar subiu para R$ 5,50. Daniel Freitas salienta que esse fato vem na contramão das medidas protetivas do Governo e prejudica ainda mais a crise econômica, gerando uma grande instabilidade no mercado. "É importante sempre checarmos a veracidade das informações, porque, no momento, uma fake news dessa proporção acaba desagregando, criando uma instabilidade e prejudicando ainda mais o nosso país", conclui o Deputado Federal.

Por Dyessica Abadi

Na tarde desta quinta-feira, 23, foi amplamente noticiado por diversos canais de notícia que o Ministro da Justiça, Sergio Moro, teria pedido demissão do Governo após ser informado pelo presidente da decisão de troca da diretoria-geral da Polícia Federal, hoje comandada por Maurício Valeixo. Em sua conta do Twitter, o Deputado Federal Catarinense, Daniel Freitas, garantiu que não houve pedido algum de demissão de Moro. O parlamentar teria entrado em contato com o chefe de gabinete do próprio Ministro para averiguar a situação.

Foto: Divulgação/Twitter Daniel Freitas

O que teria acontecido é uma ameaça de Moro, caso Bolsonaro executasse a troca do comando da PF. “É muito complicado isso, porque uma notícia falsa como essa não agrega em nada. Nós já estamos vivendo um momento extremamente delicado no Brasil”, salienta o Daniel Freitas. Para ele, a crise sanitária causada pelo Covid-19 e que, por consequência, atingiu a economia, também está gerando também uma crise na área da segurança pública.

Nós deveríamos estar nos concentrando e o Governo Federal tem focado muito nisto: na nossa retomada da economia; e não em notícias fake news como essa do pedido de demissão do Ministro Sergio Moro”. Daniel Freitas, Deputado Federal de Santa Catarina.

Poucas horas após as notícias acerca do suposto pedido de demissão, a cotação do dólar subiu para R$ 5,50. Daniel Freitas salienta que esse fato vem na contramão das medidas protetivas do Governo e prejudica ainda mais a crise econômica, gerando uma grande instabilidade no mercado. “É importante sempre checarmos a veracidade das informações, porque, no momento, uma fake news dessa proporção acaba desagregando, criando uma instabilidade e prejudicando ainda mais o nosso país”, conclui o Deputado Federal.

Compartilhe

Voltar às notícias