Toca é o campeão do municipal de Turvo

Toca e Paranaense disputaram a final do Campeonato Municipal de Turvo na tarde deste domingo (19). O Toca conquistou o título do campeonato edição 2022 – Taça Albino Neoti, no estádio Elizeu Manenti.

Com três gols, a equipe do Toca ficou com o título de campeão sobre o time do Paranaense, que não registrou gols e levou a taça de segundo lugar. Em terceiro ficou o time da Vila Manenti.

Ainda foram premiados o artilheiro Capela da equipe do Jacada; a melhor defesa para o goleiro Giovani Carlessi do Toca; o jovem Natan Marques de 16 anos, do Paranaense como atleta revelação e a equipe do Livramento como time mais disciplinado (nove cartões amarelos e nenhum vermelho).

A arbitragem da partida final ficou sob responsabilidade do árbitro Ramon Abatti Abel e dos assistentes João Vitor Gomes Scheffer e João Gabriel Gomes Scheffer. O quarto árbitro  foi Roberto Boff Daitx.

Durante a premiação, dona Assunta Neoti, viúva do homenageado, recebeu uma placa de agradecimento.

O prefeito, Sandro Cirimbelli, parabenizou a todas as oito equipes envolvidas no campeonato e a família que concedeu a homenagem do nome da taça. “Foi uma festa bonita, com a presença da comunidade incentivando suas equipes e confraternizando. O esporte representa isso, a união. Todos ganham momentos de lazer, diversão e amizade”.

A diretora de Esportes, Maria Eliane da Silva, pontua os dois anos sem realização da competição tradicional devido a pandemia, e que gratidão define este retorno.
--

Toca e Paranaense disputaram a final do Campeonato Municipal de Turvo na tarde deste domingo (19). O Toca conquistou o título do campeonato edição 2022 – Taça Albino Neoti, no estádio Elizeu Manenti.

Com três gols, a equipe do Toca ficou com o título de campeão sobre o time do Paranaense, que não registrou gols e levou a taça de segundo lugar. Em terceiro ficou o time da Vila Manenti.

Ainda foram premiados o artilheiro Capela da equipe do Jacada; a melhor defesa para o goleiro Giovani Carlessi do Toca; o jovem Natan Marques de 16 anos, do Paranaense como atleta revelação e a equipe do Livramento como time mais disciplinado (nove cartões amarelos e nenhum vermelho).

A arbitragem da partida final ficou sob responsabilidade do árbitro Ramon Abatti Abel e dos assistentes João Vitor Gomes Scheffer e João Gabriel Gomes Scheffer. O quarto árbitro  foi Roberto Boff Daitx.

Durante a premiação, dona Assunta Neoti, viúva do homenageado, recebeu uma placa de agradecimento.

O prefeito, Sandro Cirimbelli, parabenizou a todas as oito equipes envolvidas no campeonato e a família que concedeu a homenagem do nome da taça. “Foi uma festa bonita, com a presença da comunidade incentivando suas equipes e confraternizando. O esporte representa isso, a união. Todos ganham momentos de lazer, diversão e amizade”.

A diretora de Esportes, Maria Eliane da Silva, pontua os dois anos sem realização da competição tradicional devido a pandemia, e que gratidão define este retorno.

Compartilhe

Voltar às notícias