Sombrio é responsável por quase 50% dos casos confirmados de Covid-19 na AMESC

Em uma semana, Boletim Epidemiológico registrou mais duas mortes e quatro novos curados do vírus na cidade

Por Dyessica Abadi


Desde a última semana, a região do Extremo Sul Catarinense registrou novos 13 casos confirmados de Covid-19, 10 pessoas curadas e mais duas mortes, de acordo com o último boletim epidemiológico feito pela Associação dos Municípios (AMESC). Divulgado às 18h da tarde de ontem, 5 de maio, os números demonstram que Sombrio é o epicentro da epidemia na região. Dos 15 municípios que fazem parte da AMESC, Sombrio registra 32 dos 65 confirmados — ou seja, a cidade é responsável por quase 50% dos casos no total.


O infográfico abaixo é interativo e compara os Boletins Epidemiológicos da AMESC entre os dias 28 de abril e 5 de maio. Ao clicar sobre as linhas, você terá acesso ao número de casos em cada município. O gráfico está dividido em três partes: número de confirmados, recuperados e registro de óbitos — para acessar cada layout, basta clicar "play" no canto inferior esquerdo.






No total, a AMESC contabiliza 65 casos confirmados, 49 pacientes suspeitos e 38 curados da doença, segundo dados do Boletim Epidemiológico divulgado nesta terça-feira, 5. Na última semana, houve um aumento de 10 casos curados/assintomáticos em toda região.

"Não estamos escondendo nada", diz Secretário da Saúde de Sombrio


De acordo com o Secretário de Saúde Minicipal, Dângelo da Silva, Sombrio está trabalhando com o centro de triagem aberto para investigar todos os possíveis casos suspeitos da doença. "Os números estão assim por conta do trabalho que estamos realizando. Não estamos escondendo nada e continuaremos trabalhando assim", concluiu o secretário.

A prefeitura municipal da cidade têm sido referência no que tange às medidas preventivas. Nesta quarta-feira, 6, foram instaladas tendas de proteção no centro de Sombrio para demarcar o chão com espaços de pelos menos 1,5M de distância. Além disso, foram preparadas cadeiras para os cidadãos que têm ficado horas em filas de banco para receber o benefício de R$ 600,00 reais do Governo Federal.

No último domingo, 3,Sombrio registrou a terceira vítima fatal pelo vírus — Dilceia Alexandre Machado, do Distrito Nova Guarita, que faleceu após mais de 30 dias na UTI do Hospital Regional de Araranguá. A segunda morte por Covid-19 no município aconteceu no dia 29 de abril. Augusto Machado de Oliveira, de 60 anos, também veio a falecer no Hospital Regional, após dias internados na UTI. O primeiro óbito da cidade aconteceu no dia 11 de abril.

Cinco municípios ainda não têm confirmados da doença; Ermo não apresenta dados no boletim epidemiológico


Dos quinze municípios que fazem parte da Associação, apenas cinco deles ainda não tiveram casos confirmados de Covid-19. São eles: Jacinto Machado, Praia Grande, São João do Sul, Morro Grande e Ermo — desses, apenas o último ainda não registra casos suspeitos ou descartados.

Diariamente, as Prefeituras Municipais compartilham seus boletins epidemiológicos que, por sua vez, são contemplados e unificados pela AMESC através de uma parceria com a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), campus Araranguá. A colaboração entre as instituições iniciou no dia 23 de abril.

[caption id="attachment_61108" align="aligncenter" width="548"] Arte: Divulgação/Boletim Epidemiológico AMESC[/caption]

Por Dyessica Abadi

Desde a última semana, a região do Extremo Sul Catarinense registrou novos 13 casos confirmados de Covid-19, 10 pessoas curadas e mais duas mortes, de acordo com o último boletim epidemiológico feito pela Associação dos Municípios (AMESC). Divulgado às 18h da tarde de ontem, 5 de maio, os números demonstram que Sombrio é o epicentro da epidemia na região. Dos 15 municípios que fazem parte da AMESC, Sombrio registra 32 dos 65 confirmados — ou seja, a cidade é responsável por quase 50% dos casos no total.

O infográfico abaixo é interativo e compara os Boletins Epidemiológicos da AMESC entre os dias 28 de abril e 5 de maio. Ao clicar sobre as linhas, você terá acesso ao número de casos em cada município. O gráfico está dividido em três partes: número de confirmados, recuperados e registro de óbitos — para acessar cada layout, basta clicar “play” no canto inferior esquerdo.

No total, a AMESC contabiliza 65 casos confirmados, 49 pacientes suspeitos e 38 curados da doença, segundo dados do Boletim Epidemiológico divulgado nesta terça-feira, 5. Na última semana, houve um aumento de 10 casos curados/assintomáticos em toda região.

“Não estamos escondendo nada”, diz Secretário da Saúde de Sombrio

De acordo com o Secretário de Saúde Minicipal, Dângelo da Silva, Sombrio está trabalhando com o centro de triagem aberto para investigar todos os possíveis casos suspeitos da doença. “Os números estão assim por conta do trabalho que estamos realizando. Não estamos escondendo nada e continuaremos trabalhando assim”, concluiu o secretário.

A prefeitura municipal da cidade têm sido referência no que tange às medidas preventivas. Nesta quarta-feira, 6, foram instaladas tendas de proteção no centro de Sombrio para demarcar o chão com espaços de pelos menos 1,5M de distância. Além disso, foram preparadas cadeiras para os cidadãos que têm ficado horas em filas de banco para receber o benefício de R$ 600,00 reais do Governo Federal.

No último domingo, 3,Sombrio registrou a terceira vítima fatal pelo vírus — Dilceia Alexandre Machado, do Distrito Nova Guarita, que faleceu após mais de 30 dias na UTI do Hospital Regional de Araranguá. A segunda morte por Covid-19 no município aconteceu no dia 29 de abril. Augusto Machado de Oliveira, de 60 anos, também veio a falecer no Hospital Regional, após dias internados na UTI. O primeiro óbito da cidade aconteceu no dia 11 de abril.

Cinco municípios ainda não têm confirmados da doença; Ermo não apresenta dados no boletim epidemiológico

Dos quinze municípios que fazem parte da Associação, apenas cinco deles ainda não tiveram casos confirmados de Covid-19. São eles: Jacinto Machado, Praia Grande, São João do Sul, Morro Grande e Ermo — desses, apenas o último ainda não registra casos suspeitos ou descartados.

Diariamente, as Prefeituras Municipais compartilham seus boletins epidemiológicos que, por sua vez, são contemplados e unificados pela AMESC através de uma parceria com a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), campus Araranguá. A colaboração entre as instituições iniciou no dia 23 de abril.

Arte: Divulgação/Boletim Epidemiológico AMESC

Compartilhe

Voltar às notícias