Setor de serviços catarinense cresceu acima da média nacional com alta de 13,2% em março

Transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio tiveram alta de 17,2%

Pelo 10º mês consecutivo, a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) do IBGE apontou resultados positivos para Santa Catarina. O volume das receitas do segmento no Estado cresceu 13,2% em março, em comparação ao mesmo mês de 2020. O resultado é o sexto maior do país, o que representa quase o triplo do crescimento da média brasileira (4,5%), para o período. Além disso, foi o melhor desempenho da região Sul, já que Paraná e Rio Grande do Sul apresentaram alta de 3,0% e 1,6%, respectivamente. Os dados foram divulgados na última quarta-feira, 12.

“A pandemia nos impôs o desafio de equilibrar protocolos sanitários com a economia e temos cumprido nosso papel de garantir regramentos seguros com o retorno das atividades econômicas. Os dados mostram que a retomada econômica é possível, desde que haja responsabilidade e comprometimento do poder público em minimizar os impactos da pandemia”, ressaltou o governador Carlos Moisés

Os dados positivos da variação mensal de março em Santa Catarina foram puxados, principalmente, pelos serviços profissionais, administrativos e complementares (28,4%); transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio (17,2%); informação e comunicação (8,6%); e outros serviços (4,8%).

De acordo com o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE), Luciano Buligon, o cenário cada vez mais otimista para a atividade econômica de serviços é fruto do trabalho incansável dos catarinenses em prol da retomada.

“Registramos o melhor primeiro trimestre da série iniciada em 2004, com uma ampliação de 86,8 mil postos formais de trabalho em Santa Catarina. Estamos animados com estes resultados de março e esperamos que seja uma tendência que continue. Enquanto isto, unidos, seguimos fortalecendo a programação de fazer de SC uma referência em desenvolvimento com sustentabilidade, aliado sempre à inovação”, destaca ele.

No acumulado do ano, Santa Catarina apresentou o segundo melhor crescimento no setor de serviços, 9,4%, enquanto o nacional teve queda de 0,8%.

Maior número de empregos


Em março, o setor de serviços também apresentou resultados positivos na geração de empregos formais em Santa Catarina. O maior crescimento veio nesta atividade econômica, com um saldo de 9.267 novos postos.

As maiores contribuições vieram das atividades administrativas e serviços complementares; transporte, armazenamento e correio; saúde humana e serviços sociais.

Fonte: Governo do Estado

Quer receber notícias pelo WhatsApp? Clique aqui

Pelo 10º mês consecutivo, a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) do IBGE apontou resultados positivos para Santa Catarina. O volume das receitas do segmento no Estado cresceu 13,2% em março, em comparação ao mesmo mês de 2020. O resultado é o sexto maior do país, o que representa quase o triplo do crescimento da média brasileira (4,5%), para o período. Além disso, foi o melhor desempenho da região Sul, já que Paraná e Rio Grande do Sul apresentaram alta de 3,0% e 1,6%, respectivamente. Os dados foram divulgados na última quarta-feira, 12.

“A pandemia nos impôs o desafio de equilibrar protocolos sanitários com a economia e temos cumprido nosso papel de garantir regramentos seguros com o retorno das atividades econômicas. Os dados mostram que a retomada econômica é possível, desde que haja responsabilidade e comprometimento do poder público em minimizar os impactos da pandemia”, ressaltou o governador Carlos Moisés

Os dados positivos da variação mensal de março em Santa Catarina foram puxados, principalmente, pelos serviços profissionais, administrativos e complementares (28,4%); transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio (17,2%); informação e comunicação (8,6%); e outros serviços (4,8%).

De acordo com o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE), Luciano Buligon, o cenário cada vez mais otimista para a atividade econômica de serviços é fruto do trabalho incansável dos catarinenses em prol da retomada.

“Registramos o melhor primeiro trimestre da série iniciada em 2004, com uma ampliação de 86,8 mil postos formais de trabalho em Santa Catarina. Estamos animados com estes resultados de março e esperamos que seja uma tendência que continue. Enquanto isto, unidos, seguimos fortalecendo a programação de fazer de SC uma referência em desenvolvimento com sustentabilidade, aliado sempre à inovação”, destaca ele.

No acumulado do ano, Santa Catarina apresentou o segundo melhor crescimento no setor de serviços, 9,4%, enquanto o nacional teve queda de 0,8%.

Maior número de empregos

Em março, o setor de serviços também apresentou resultados positivos na geração de empregos formais em Santa Catarina. O maior crescimento veio nesta atividade econômica, com um saldo de 9.267 novos postos.

As maiores contribuições vieram das atividades administrativas e serviços complementares; transporte, armazenamento e correio; saúde humana e serviços sociais.

Fonte: Governo do Estado

Quer receber notícias pelo WhatsApp? Clique aqui

Compartilhe

Voltar às notícias