Segundo semestre promete melhora na economia

Diretor da CDL comenta as boas expectativas para a economia

Imagem: Ilustrativa

Nesse final de semana (10), ocorre o primeiro Sábado Mais do segundo semestre do ano, e traz consigo boas expectativas. O Sábado Mais é uma iniciativa da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) que visa impulsionar o comércio local, em um dia adicional para a realização de compras, muitas vezes acompanhado de descontos e atrações. Agora, na segunda metade do ano, se espera um crescimento ainda maior da economia, segundo o diretor da CDL em Araranguá, Everaldo João, "Este sábado dia mais, com o horário estendido até as 17h, será sem dúvidas uma demonstração do que está por vir. "

O diretor também falou sobre a influência do processo de vacinação contra a COVID-19 e seu efeito econômico no país, "Estamos ainda mais confiantes para o segundo semestre, uma vez que especialistas não falam em crescimento e sim em explosão da economia com o adiantamento da vacinação.". A expectativa agora é de uma recuperação dos prejuízos que aconteceram durante a pandemia.

Nesse final de semana (10), ocorre o primeiro Sábado Mais do segundo semestre do ano, e traz consigo boas expectativas. O Sábado Mais é uma iniciativa da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) que visa impulsionar o comércio local, em um dia adicional para a realização de compras, muitas vezes acompanhado de descontos e atrações. Agora, na segunda metade do ano, se espera um crescimento ainda maior da economia, segundo o diretor da CDL em Araranguá, Everaldo João, “Este sábado dia mais, com o horário estendido até as 17h, será sem dúvidas uma demonstração do que está por vir. ”

O diretor também falou sobre a influência do processo de vacinação contra a COVID-19 e seu efeito econômico no país, “Estamos ainda mais confiantes para o segundo semestre, uma vez que especialistas não falam em crescimento e sim em explosão da economia com o adiantamento da vacinação.”. A expectativa agora é de uma recuperação dos prejuízos que aconteceram durante a pandemia.

Compartilhe

Voltar às notícias