Secretário de Saúde revela que novos leitos de UTI poderão chegar em Araranguá

Videoconferência aconteceu nesta quarta-feira, 15, e tratou de ações regionais de combate à pandemia do Covid-19

Por Dyessica Abadi

Aconteceu na tarde desta quarta-feira, 15, a reunião de representantes políticos e de hospitais dos municípios da Macro Região Sul com o Secretário de Saúde de Santa Catarina, André Motta Ribeiro. O encontro foi realizado por videoconferência e tratou de ações regionais de combate à pandemia do Covid-19. O objetivo da força tarefa é identificar problemas que estimulam a disseminação do vírus na região Sul, buscar soluções para o momento de crise, além de repassar demandas dos hospitais regionais ao Governo do Estado.

A ação abrange a Associação dos Municípios da Região de Laguna (AMUREL), a Associação dos Municípios da Região Carbonífera (AMREC) e a Associação dos Municípios do Extremo Sul Catarinense (AMESC), deputados que representam o Sul de Santa Catarina, diretores dos hospitais da região, secretários de saúde e imprensa. Os desdobramentos foram feitos a partir das deliberações da última Assembleia Geral Extraordinária realizada segunda-feira, 13.

Um dos principais problemas pontuados pelos representantes é o rápido crescimento de infectados em Santa Catarina e o aumento na taxa de ocupação dos leitos das Unidades de Terapia Intensiva (UTI) nas três regiões. O prefeito de Tubarão, Joares Ponticelli, destacou a necessidade de credenciamento e habilitação de novos leitos para pacientes com Covid-19. “É claro que nós precisamos da habilitação desses novos leitos urgentemente, mas, além disso, precisamos adotar outras medidas para conter o rápido crescimento do número de infectados”, disse. Segundo o representante, o município voltará a ter ações de quarentena implementadas a partir de amanhã.

Araranguá poderá receber 10 novos leitos e Içara 5


Conforme revelado pelo Secretário de Saúde, André Motta Ribeiro, o Estado analisa a possibilidade de implantação de novos 10 leitos de UTI no Hospital Regional de Araranguá (HRA) e 5 no Hospital São Donato, em Içara. "De fato a região Sul é uma região que precisa de leitos de UTI", pontuou. Além disso, o Secretário pediu para os hospitais da região sinalizarem pedidos ao Estado para que possam ter as necessidades supridas.

Foi destacado também durante o encontro a necessidade de adoação de outra políticas públicas para conter a aceleração da curva de infectados no Estado. "Nós precisamos atuar na educação das pessoas, para que elas possam entender a gravidade do momento", disse o Secretário de Saúde, André Motta Ribeiro.

 

 

 

Por Dyessica Abadi

Aconteceu na tarde desta quarta-feira, 15, a reunião de representantes políticos e de hospitais dos municípios da Macro Região Sul com o Secretário de Saúde de Santa Catarina, André Motta Ribeiro. O encontro foi realizado por videoconferência e tratou de ações regionais de combate à pandemia do Covid-19. O objetivo da força tarefa é identificar problemas que estimulam a disseminação do vírus na região Sul, buscar soluções para o momento de crise, além de repassar demandas dos hospitais regionais ao Governo do Estado.

A ação abrange a Associação dos Municípios da Região de Laguna (AMUREL), a Associação dos Municípios da Região Carbonífera (AMREC) e a Associação dos Municípios do Extremo Sul Catarinense (AMESC), deputados que representam o Sul de Santa Catarina, diretores dos hospitais da região, secretários de saúde e imprensa. Os desdobramentos foram feitos a partir das deliberações da última Assembleia Geral Extraordinária realizada segunda-feira, 13.

Um dos principais problemas pontuados pelos representantes é o rápido crescimento de infectados em Santa Catarina e o aumento na taxa de ocupação dos leitos das Unidades de Terapia Intensiva (UTI) nas três regiões. O prefeito de Tubarão, Joares Ponticelli, destacou a necessidade de credenciamento e habilitação de novos leitos para pacientes com Covid-19. “É claro que nós precisamos da habilitação desses novos leitos urgentemente, mas, além disso, precisamos adotar outras medidas para conter o rápido crescimento do número de infectados”, disse. Segundo o representante, o município voltará a ter ações de quarentena implementadas a partir de amanhã.

Araranguá poderá receber 10 novos leitos e Içara 5

Conforme revelado pelo Secretário de Saúde, André Motta Ribeiro, o Estado analisa a possibilidade de implantação de novos 10 leitos de UTI no Hospital Regional de Araranguá (HRA) e 5 no Hospital São Donato, em Içara. “De fato a região Sul é uma região que precisa de leitos de UTI”, pontuou. Além disso, o Secretário pediu para os hospitais da região sinalizarem pedidos ao Estado para que possam ter as necessidades supridas.

Foi destacado também durante o encontro a necessidade de adoação de outra políticas públicas para conter a aceleração da curva de infectados no Estado. “Nós precisamos atuar na educação das pessoas, para que elas possam entender a gravidade do momento”, disse o Secretário de Saúde, André Motta Ribeiro.

 

 

 

Compartilhe

Voltar às notícias