Sarampo: Educação e Saúde traçam estratégia e elevam nível de imunização

Escolas de Maracajá tornaram obrigatória a apresentação da carteira de vacinação ao matricular alunos

Uma estratégia traçada entre os departamentos municipais de Educação e Saúde de Maracajá e as direções das duas escolas estaduais do município está contribuindo para ampliar o índice de imunização contra o sarampo e para colocar em dia a vacinação de crianças, adolescentes e adultos residente no município.


"Estamos em períodos de novas matrículas e rematrículas nas escolas das redes municipal e estadual em Maracajá e um dos documentos exigidos pelas escolas é a carteira de vacina do estudante e a declaração de que o esquema vacinal está em dia", explica a coordenadora da Sala de Vacinas do Cemasas, Silvana Bilésimo.


"Em média, dos que comparecem ao Cemasas para retirar a declaração, 40% estão com vacinas atrasadas e isto é preocupantes", enfatiza Silvana, lembrando que está aberta a segunda etapa da campanha de vacinação contra o sarampo, que vai até o dia 30. O alvo são jovens de 20 a 29 anos, mas a vacina é ministrada a todas as pessoas que comparecerem a Sala de Vacinas. No dia 30, sábado, o Cemasas estará aberto das 8 às 17 horas.

Uma estratégia traçada entre os departamentos municipais de Educação e Saúde de Maracajá e as direções das duas escolas estaduais do município está contribuindo para ampliar o índice de imunização contra o sarampo e para colocar em dia a vacinação de crianças, adolescentes e adultos residente no município.

“Estamos em períodos de novas matrículas e rematrículas nas escolas das redes municipal e estadual em Maracajá e um dos documentos exigidos pelas escolas é a carteira de vacina do estudante e a declaração de que o esquema vacinal está em dia”, explica a coordenadora da Sala de Vacinas do Cemasas, Silvana Bilésimo.

“Em média, dos que comparecem ao Cemasas para retirar a declaração, 40% estão com vacinas atrasadas e isto é preocupantes”, enfatiza Silvana, lembrando que está aberta a segunda etapa da campanha de vacinação contra o sarampo, que vai até o dia 30. O alvo são jovens de 20 a 29 anos, mas a vacina é ministrada a todas as pessoas que comparecerem a Sala de Vacinas. No dia 30, sábado, o Cemasas estará aberto das 8 às 17 horas.

Compartilhe

Voltar às notícias