Santa Catarina volta a ter todas as regiões em nível gravíssimo na Matriz de Risco para Covid-19

Sul está com 100% de ocupação para os leitos de UTI e 31 pessoas aguardam na fila de espera por novas vagas

Por Dyessica Abadi

A atualização da Matriz de Risco Potencial em Santa Catarina desta semana voltou a classificar todas as 16 regiões em nível gravíssimo (vermelho) para transmissão de Covid-19. Os dados foram divulgados neste sábado, 17, pela secretaria de Estado da Saúde e aponta alerta máximo para a ocupação de leitos hospitalares em todo estado.

Segundo levantamento do Estado ainda na manhã de hoje, 17, o sul catarinense estava com 100% de ocupação para os leitos de UTI SUS Covid-19 destinados a adultos. O último relatório da secretária de Saúde divulgado ontem, 16, revela que 31 pessoas estavam aguardando na fila de espera por vagas para os leitos UTI Covid-19 na região sul de Santa Catarina.

No último boletim divulgado em 10 de abril, a AMESC e outras três regiões estavam classificadas em nível grave (laranja), mas a situação em relação à capacidade de atenção dos hospitais, aumento da transmissibilidade e aumento no número de casos ativos acabou por reclassificar a região ao nível gravíssimo (vermelho). "Podendo ser explicado, em parte, por uma possível redução na adesão das medidas de distanciamento social", considera o informe do Governo do Estado.

"Apesar disso, foi observada uma redução de 25% na média móvel de óbitos por Covid-19 nos últimos 14 dias, e uma redução de 19% nos últimos 7 dias. Já em relação aos casos ativos, observa-se uma redução de 26% na média móvel dos últimos 14 dias, e uma estabilização nos últimos 7 dias", ressalta o levantamento do Governo do Estado.



Fonte: Governo do Estado 

 Quer receber notícias pelo WhatsApp? Clique aqui

Por Dyessica Abadi

A atualização da Matriz de Risco Potencial em Santa Catarina desta semana voltou a classificar todas as 16 regiões em nível gravíssimo (vermelho) para transmissão de Covid-19. Os dados foram divulgados neste sábado, 17, pela secretaria de Estado da Saúde e aponta alerta máximo para a ocupação de leitos hospitalares em todo estado.

Segundo levantamento do Estado ainda na manhã de hoje, 17, o sul catarinense estava com 100% de ocupação para os leitos de UTI SUS Covid-19 destinados a adultos. O último relatório da secretária de Saúde divulgado ontem, 16, revela que 31 pessoas estavam aguardando na fila de espera por vagas para os leitos UTI Covid-19 na região sul de Santa Catarina.

No último boletim divulgado em 10 de abril, a AMESC e outras três regiões estavam classificadas em nível grave (laranja), mas a situação em relação à capacidade de atenção dos hospitais, aumento da transmissibilidade e aumento no número de casos ativos acabou por reclassificar a região ao nível gravíssimo (vermelho). “Podendo ser explicado, em parte, por uma possível redução na adesão das medidas de distanciamento social”, considera o informe do Governo do Estado.

“Apesar disso, foi observada uma redução de 25% na média móvel de óbitos por Covid-19 nos últimos 14 dias, e uma redução de 19% nos últimos 7 dias. Já em relação aos casos ativos, observa-se uma redução de 26% na média móvel dos últimos 14 dias, e uma estabilização nos últimos 7 dias”, ressalta o levantamento do Governo do Estado.

Fonte: Governo do Estado 

 Quer receber notícias pelo WhatsApp? Clique aqui

Compartilhe

Voltar às notícias