Regina Duarte deixa Secretaria Especial da Cultura para assumir Cinemateca

Em vídeo publicado nas redes sociais, atriz diz que sua saída é um "duplo presente". Ela exercerá o cargo em São Paulo, onde residem seus familiares

Por Dyessica Abadi

Regina Duarte anunciou sua saída da Secretaria Especial da Cultura para assumir cargo na Cinemateca Brasileira, em São Paulo. Ao lado do Presidente Jair Bolsonaro, a atriz chamou a transferência de "duplo presente", pois continuaria contribuindo com o Governo e a Cultura Brasileira, ao mesmo tempo em que estaria mais próxima à família, da qual sente falta. O anuncio foi divulgado em vídeo publicado na manhã desta quarta-feira, 20, no Twitter do Presidente e no Instagram da artista.

[caption id="attachment_61632" align="aligncenter" width="592"] Foto: Divulgação/Twitter[/caption]
Acabo de ganhar um presente que é o sonho de qualquer pessoa de comunicação, de audiovisual, de cinema, de teatro: um convite para fazer parte da Cinemateca, que é um braço da Cultura que funciona lá em São Paulo e é um museu de toda filmografia brasileira. Ficar ali, secretariando o Governo, dentro da Cultura, na Cinemateca. Pode ter um presente melhor que esse? Obrigada, Presidente!". Regina Duarta, ex-secretaria da Cultura.

A atriz ficou pouco mais de dois meses no comando da Secretaria Especial da Cultura. Entre risadas, os primeiros minutos do vídeo mostram um diálogo entre Regina Duarte e Jair Bolsonaro no qual ambos invalidam o trabalho dos profissionais da imprensa. "Olha pessoal, eu vim aqui perguntar para o Presidente se ele está realmente me 'fritando', porque eu estou lendo isso numa imprensa que eu não acredito mais, mas, de qualquer forma, queria que ele me dissesse pessoalmente. Está me fritando, presidente?", pergunta a atriz. Bollsonaro responde: "Regina, toda semana tem um ou dois Ministros, né, que, segundo a mídia, estão sendo 'fritados'. O objetivo é sempre desestabilizar a gente e tentar jogar o governo no chão. Não vão conseguir, jamais vou 'fritar' você".
"Pode ter certeza de uma coisa: eu acho que você quer ajudar o Brasil e o que eu mais quero é o seu bem pelo seu passado, por aquilo que você representa para todos nós e para a Cinemateca, do lado do teu apartamento, ali em São Paulo. Você vai ser feliz e produzir muito mais. Eu fico muito feliz com isso. Chateado, porque você se afasta um pouco do convívio nosso em Brasília". Jair Bolsonaro, Presidente da República.

A Cinemateca Brasileira é a instituição responsável pela preservação da produção audiovisual brasileira e é vinculada à Secretaria da Cultura. Nos próximos dias, durante a transição, serão mostrados os trabalhos já realizados pela equipe de Regina Duarte nos últimos 60 dias na Secretária Especial da Cultura. O nome de quem vai substituir a ex-secretaria ainda não foi divulgado — o mais especulado pela mídia seria o do ator Mário Frias.

Por Dyessica Abadi

Regina Duarte anunciou sua saída da Secretaria Especial da Cultura para assumir cargo na Cinemateca Brasileira, em São Paulo. Ao lado do Presidente Jair Bolsonaro, a atriz chamou a transferência de “duplo presente”, pois continuaria contribuindo com o Governo e a Cultura Brasileira, ao mesmo tempo em que estaria mais próxima à família, da qual sente falta. O anuncio foi divulgado em vídeo publicado na manhã desta quarta-feira, 20, no Twitter do Presidente e no Instagram da artista.

Foto: Divulgação/Twitter

Acabo de ganhar um presente que é o sonho de qualquer pessoa de comunicação, de audiovisual, de cinema, de teatro: um convite para fazer parte da Cinemateca, que é um braço da Cultura que funciona lá em São Paulo e é um museu de toda filmografia brasileira. Ficar ali, secretariando o Governo, dentro da Cultura, na Cinemateca. Pode ter um presente melhor que esse? Obrigada, Presidente!”. Regina Duarta, ex-secretaria da Cultura.

A atriz ficou pouco mais de dois meses no comando da Secretaria Especial da Cultura. Entre risadas, os primeiros minutos do vídeo mostram um diálogo entre Regina Duarte e Jair Bolsonaro no qual ambos invalidam o trabalho dos profissionais da imprensa. “Olha pessoal, eu vim aqui perguntar para o Presidente se ele está realmente me ‘fritando’, porque eu estou lendo isso numa imprensa que eu não acredito mais, mas, de qualquer forma, queria que ele me dissesse pessoalmente. Está me fritando, presidente?”, pergunta a atriz. Bollsonaro responde: “Regina, toda semana tem um ou dois Ministros, né, que, segundo a mídia, estão sendo ‘fritados’. O objetivo é sempre desestabilizar a gente e tentar jogar o governo no chão. Não vão conseguir, jamais vou ‘fritar’ você”.

“Pode ter certeza de uma coisa: eu acho que você quer ajudar o Brasil e o que eu mais quero é o seu bem pelo seu passado, por aquilo que você representa para todos nós e para a Cinemateca, do lado do teu apartamento, ali em São Paulo. Você vai ser feliz e produzir muito mais. Eu fico muito feliz com isso. Chateado, porque você se afasta um pouco do convívio nosso em Brasília”. Jair Bolsonaro, Presidente da República.

A Cinemateca Brasileira é a instituição responsável pela preservação da produção audiovisual brasileira e é vinculada à Secretaria da Cultura. Nos próximos dias, durante a transição, serão mostrados os trabalhos já realizados pela equipe de Regina Duarte nos últimos 60 dias na Secretária Especial da Cultura. O nome de quem vai substituir a ex-secretaria ainda não foi divulgado — o mais especulado pela mídia seria o do ator Mário Frias.

Compartilhe

Voltar às notícias