Quatro membros de facção criminosa são presos com armas e drogas em Araranguá

Ao todo, já foram detidos sete integrantes de duas facções

Foto: Divulgação/DIC Araranguá

Por Dyessica Abadi

Foram detidos quatro membros de uma facção criminosa na manhã desta sexta-feira, 26, em operação de busca e apreensão a residências localizadas no bairro Polícia Rodoviária, em Araranguá. Junto com os detidos, foram apreendidas armas com numeração apagada e drogas — parte delas já embalada para a venda.

A ação, que contou com mais de 25 policiais, foi um trabalho conjunto entre Polícia Civil de Araranguá, por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC) e Polícia Militar de Araranguá, além do apoio do Canil K9 e o Serviço Aeropolicial de Criciúma (SAER). Ao todo, já foram presos sete integrantes de duas facções.

As investigações que levaram às prisões de hoje pelas autoridades iniciaram após o homicídio ocorrido no Bairro Jardim Cibeli, em Araranguá, há pouco mais de uma semana. Segundo o delegado responsável pela DIC de Araranguá, Jair Pereira Duarte, o crime foi motivado por uma guerra entre as facções por disputa de ponto de tráfico de drogas.

[caption id="attachment_62869" align="aligncenter" width="650"] Foto: Divulgação/DIC Araranguá[/caption]

[caption id="attachment_62868" align="aligncenter" width="650"] Foto: Divulgação/DIC Araranguá[/caption]

[caption id="attachment_62867" align="aligncenter" width="650"] Foto: Divulgação/DIC Araranguá[/caption]

Foto: Divulgação/DIC Araranguá

Por Dyessica Abadi

Foram detidos quatro membros de uma facção criminosa na manhã desta sexta-feira, 26, em operação de busca e apreensão a residências localizadas no bairro Polícia Rodoviária, em Araranguá. Junto com os detidos, foram apreendidas armas com numeração apagada e drogas — parte delas já embalada para a venda.

A ação, que contou com mais de 25 policiais, foi um trabalho conjunto entre Polícia Civil de Araranguá, por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC) e Polícia Militar de Araranguá, além do apoio do Canil K9 e o Serviço Aeropolicial de Criciúma (SAER). Ao todo, já foram presos sete integrantes de duas facções.

As investigações que levaram às prisões de hoje pelas autoridades iniciaram após o homicídio ocorrido no Bairro Jardim Cibeli, em Araranguá, há pouco mais de uma semana. Segundo o delegado responsável pela DIC de Araranguá, Jair Pereira Duarte, o crime foi motivado por uma guerra entre as facções por disputa de ponto de tráfico de drogas.

Foto: Divulgação/DIC Araranguá

Foto: Divulgação/DIC Araranguá

Foto: Divulgação/DIC Araranguá

Compartilhe

Voltar às notícias