Projeto que combate à violência contra a mulher volta à região

Ônibus do Programa Mulher Viver sem Violência retornará aos municípios da ADR Araranguá.

O ônibus lilás do Programa Mulher Viver Sem Violência, da coordenadoria da Mulher da Secretaria de Estado da Assistência Social, retornará ao Extremo-Sul na próxima semana. Entre os dias 28 de fevereiro e 3 de março, 11 municípios da área da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Araranguá serão contemplados com a ação - Araranguá, Turvo, Jacinto Machado, Praia Grande, Morro Grande, Ermo, Meleiro, Timbé do Sul, São João do Sul, Santa Rosa do Sul e Passo de Torres.


Uma reunião de trabalho para organizar as ações que serão desenvolvidas na próxima semana aconteceu na tarde desta segunda-feira, 19, no auditório da ADR em Araranguá, com a presença de representantes de todos os municípios envolvidos, e participação da coordenadora estadual da Mulher da SST, Aretusa Larroyd, e das gerentes da ADR Araranguá, Dione Helena Ramos Cesa (Planejamento Regional e Apoio a Políticas Públicas) e Jane Aparecida Soares de Souza (Políticas Socioeconômicas, Rurais e Urbanas).


Projeto que combate à violência contra a mulher volta à região-0

Na oportunidade foi organizada a agenda, repassadas informações sobre o Programa de combate à violência no Estado, e prestados esclarecimentos sobre a presença do ônibus, que terá como principal objetivo levar informação às mulheres de áreas mais distantes dos centros urbanos sobre violência e meios de se defender.


A gerente de Planejamento Regional e Apoio a Políticas Públicas explica que ficou definido que a ação acontecerá por pólos, englobando os 10 Municípios que não foram contemplados no primeiro roteiro, além da cidade-sede da Região. O ônibus começará o roteiro em Turvo, no dia 28 de fevereiro, reunindo Turvo, Morro Grande, Ermo, Meleiro e Timbé do Sul, no Centro de Eventos. No dia 1º a ação acontecerá na comunidade de Ilhas, em Araranguá. No dia 2 seguirá para Jacinto Machado. O roteiro encerrará em Praia Grande no dia 3 de março, na ação que envolverá também os municípios de São João do Sul, Santa Rosa do Sul e Passo de Torres.

O ônibus lilás do Programa Mulher Viver Sem Violência, da coordenadoria da Mulher da Secretaria de Estado da Assistência Social, retornará ao Extremo-Sul na próxima semana. Entre os dias 28 de fevereiro e 3 de março, 11 municípios da área da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Araranguá serão contemplados com a ação – Araranguá, Turvo, Jacinto Machado, Praia Grande, Morro Grande, Ermo, Meleiro, Timbé do Sul, São João do Sul, Santa Rosa do Sul e Passo de Torres.

Uma reunião de trabalho para organizar as ações que serão desenvolvidas na próxima semana aconteceu na tarde desta segunda-feira, 19, no auditório da ADR em Araranguá, com a presença de representantes de todos os municípios envolvidos, e participação da coordenadora estadual da Mulher da SST, Aretusa Larroyd, e das gerentes da ADR Araranguá, Dione Helena Ramos Cesa (Planejamento Regional e Apoio a Políticas Públicas) e Jane Aparecida Soares de Souza (Políticas Socioeconômicas, Rurais e Urbanas).

Projeto que combate à violência contra a mulher volta à região-0

Na oportunidade foi organizada a agenda, repassadas informações sobre o Programa de combate à violência no Estado, e prestados esclarecimentos sobre a presença do ônibus, que terá como principal objetivo levar informação às mulheres de áreas mais distantes dos centros urbanos sobre violência e meios de se defender.

A gerente de Planejamento Regional e Apoio a Políticas Públicas explica que ficou definido que a ação acontecerá por pólos, englobando os 10 Municípios que não foram contemplados no primeiro roteiro, além da cidade-sede da Região. O ônibus começará o roteiro em Turvo, no dia 28 de fevereiro, reunindo Turvo, Morro Grande, Ermo, Meleiro e Timbé do Sul, no Centro de Eventos. No dia 1º a ação acontecerá na comunidade de Ilhas, em Araranguá. No dia 2 seguirá para Jacinto Machado. O roteiro encerrará em Praia Grande no dia 3 de março, na ação que envolverá também os municípios de São João do Sul, Santa Rosa do Sul e Passo de Torres.

Compartilhe

Voltar às notícias