Projeto em vídeo valoriza as maravilhas culturais e turísticas do Extremo Sul de Santa Catarina

Material será encaminhado às prefeituras municipais e também será divulgado em festivais de turismo nacionais e internacionais

Por Dyessica Abadi

Um projeto em vídeo que valoriza a cultura e turismo do Extremo Sul Catarinense movimentou a região neste mês de setembro. A equipe cinematográfica da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) percorreu os 15 municípios, desde Passo de Torres à Maracajá, gravando cenas para o "Projeto Cinematográfico Vídeo e Inventário Turístico Cultural". O objetivo é valorizar e divulgar as potencialidades da região.

As filmagens começaram no dia 14 de setembro, mas, devido ao mau tempo, o cronograma de produção se estendeu e ainda levará mais alguns dias para ser concluído. O material final será exibido em festivais de turismo nacionais e internacionais, como o Festuris, em Gramado, a ABAV, em São Paulo e a Feria Internacional de Turismo (FIT), em Buenos Aires.

O projeto foi idealizado pela coordenadora de Turismo e Cultura da Associação dos Municípios do Extremo Sul Catarinense (AMESC), Helen Becker, e conta com a integração das secretarias e diretorias de turismo e cultura dos 15 municípios da região. Helen explica que, após concluído, o vídeo e o inventário também serão encaminhados para a administração municipal de cada cidade para que haja a propagação e divulgação desse material em shoppings, mercados, festas, eventos, entre outros locais.
Esse material vai ser disponibilizado para cada município usar da forma como achar melhor. Nosso objetivo é divulgar a região e oportunizar ao comércio local um material para que ele possa se aproveitar do trade turístico. Queremos despertar a curiosidade da população e do turista para que venham conhecer as maravilhas da nossa região". Helen Becker, coordenadora de Turismo e Cultura da AMESC.

Devido ao mau tempo das últimas semanas, as gravações nos municípios de Ermo, São João do Sul e Turvo foram atrasadas. Além disso, a pandemia de Covid-19 também foi responsável pelos alargamento do cronograma do projeto. A data de retomada das gravações ainda não foi definida por conta da movimentação política dentro da Alesc em decorrência do processo de impeachment do governador Carlos Moisés (saiba mais clicando aqui). Ainda assim, a previsão é que os trabalhos recomecem entre o meio e final de outubro — a Alesc é que determinará essa data.

A previsão é que até o final de 2020 o vídeo final seja apresentado ao Trade Turístico participante da Instância de Governança Regional (IGR) Caminho dos Canyons, com convite aos prefeitos dos 15 municípios do Extremo Sul Catarinense e aos colegiados de cultura e turismo da região. A Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc) campus Araranguá é parceira. A IGR é uma instancia de organização com participação do poder público e privado dos municípios com o objetivo de aumentar e incrementar a atividade turística na região.

Confira as imagens por trás das gravações:

















Quer receber notícias pelo WhatsApp? Clique aqui

Por Dyessica Abadi

Um projeto em vídeo que valoriza a cultura e turismo do Extremo Sul Catarinense movimentou a região neste mês de setembro. A equipe cinematográfica da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) percorreu os 15 municípios, desde Passo de Torres à Maracajá, gravando cenas para o “Projeto Cinematográfico Vídeo e Inventário Turístico Cultural”. O objetivo é valorizar e divulgar as potencialidades da região.

As filmagens começaram no dia 14 de setembro, mas, devido ao mau tempo, o cronograma de produção se estendeu e ainda levará mais alguns dias para ser concluído. O material final será exibido em festivais de turismo nacionais e internacionais, como o Festuris, em Gramado, a ABAV, em São Paulo e a Feria Internacional de Turismo (FIT), em Buenos Aires.

O projeto foi idealizado pela coordenadora de Turismo e Cultura da Associação dos Municípios do Extremo Sul Catarinense (AMESC), Helen Becker, e conta com a integração das secretarias e diretorias de turismo e cultura dos 15 municípios da região. Helen explica que, após concluído, o vídeo e o inventário também serão encaminhados para a administração municipal de cada cidade para que haja a propagação e divulgação desse material em shoppings, mercados, festas, eventos, entre outros locais.

Esse material vai ser disponibilizado para cada município usar da forma como achar melhor. Nosso objetivo é divulgar a região e oportunizar ao comércio local um material para que ele possa se aproveitar do trade turístico. Queremos despertar a curiosidade da população e do turista para que venham conhecer as maravilhas da nossa região”. Helen Becker, coordenadora de Turismo e Cultura da AMESC.

Devido ao mau tempo das últimas semanas, as gravações nos municípios de Ermo, São João do Sul e Turvo foram atrasadas. Além disso, a pandemia de Covid-19 também foi responsável pelos alargamento do cronograma do projeto. A data de retomada das gravações ainda não foi definida por conta da movimentação política dentro da Alesc em decorrência do processo de impeachment do governador Carlos Moisés (saiba mais clicando aqui). Ainda assim, a previsão é que os trabalhos recomecem entre o meio e final de outubro — a Alesc é que determinará essa data.

A previsão é que até o final de 2020 o vídeo final seja apresentado ao Trade Turístico participante da Instância de Governança Regional (IGR) Caminho dos Canyons, com convite aos prefeitos dos 15 municípios do Extremo Sul Catarinense e aos colegiados de cultura e turismo da região. A Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc) campus Araranguá é parceira. A IGR é uma instancia de organização com participação do poder público e privado dos municípios com o objetivo de aumentar e incrementar a atividade turística na região.

Confira as imagens por trás das gravações:

Quer receber notícias pelo WhatsApp? Clique aqui

Compartilhe

Voltar às notícias