Projeto cultural Os Quatro Cantos de Araranguá capta de maneira sublime a alma do município

Músico Jorge Fidélis canta músicas autorais em quatro diferentes paisagens araranguaenses

Por Dyessica Abadi

A partir desta semana, o Portal W3 irá lançar uma série de reportagens especiais a fim de divulgar os projetos culturais de artistas araranguaenses que foram contemplados pela lei Aldir Blanc no ano passado. São inúmeros projetos musicais, de teatro, artesanato, foto, vídeo, entre outras formas de expressão artística. A equipe do Portal buscou selecionar ao menos um artista de cada segmento para fomentar cada vez mais as riquezas culturais locais.

Muitas vezes nos acostumamos tanto com o local no qual vivemos, ou a correria do dia a dia é tanta, que não paramos para contemplar as belezas de onde nós vivemos, não é mesmo? Com o objetivo de valorizar as belezas naturais de Araranguá, o músico Jorge Fidélis idealizou e produziu o projeto cultural Os Quatro Cantos de Araranguá, unindo história, música, contemplação e levando momentos de paz em meio ao turbilhão que 2020 trouxe a vida dos araranguaenses.

O projeto já está disponível para exibição no Youtube — você pode conferir clicando aqui. São quatro vídeos com quatro canções autorais em quatro paisagens que fazem parte da identidade de Araranguá. O objetivo, segundo Fidélis, é valorizar o cancioneiro local, cantores e instrumentistas da região. "A canção é a musica na sua forma mais simples. Eu cantei apenas utilizando a voz e o violão ali nos ambientes, utilizando o mínimo de apetrechos, executada da maneira mais simples, minimalista e intimista", destaca o compositor.



A primeira canção Araranguá foi gravada à margem do rio Araranguá e traz belas imagens de pescadores ao entardecer, marcando umas das atividades mais clássicas do município. Já o segundo vídeo foi gravado na Árvore do Manhoso ao som da música Raízes. O trabalho de Fidélis traz ainda trechos da história da famosa árvore, relatado por Jucelia Miguel da Silva.

"No primeiro momento eu fiquei imaginando como fazer algo que fosse interessante, tentando unir os locais e a música, sendo que não poderia usar muitos profissionais, porque seria uma logística complicada pelo momento da pandemia. Fiquei imaginando de que forma seria bacana para as pessoas consumirem aquele conteúdo, mas que também percebessem que isso fosse feito de maneira responsável e interessante", revela o compositor araranguaense.



A música Evento Horizonte foi gravada à noite no Farol do Morro dos Conventos. Jorge Fidélis revela que todas as músicas foram gravadas ao vivo e apenas a narração foi em estúdio. "Tudo foi questão de posicionamento, porque gravamos os vídeos com uma lapela e duas câmeras. O vídeo do Morro foi feito a noite e bate muito vento naquela região neste horário, então foi um desafio. Verificamos alguns detalhes e fomos fazendo ali na hora os ajustes. Na hora que tudo ficou bom, nós captamos", conta.

A última canção Rasos Sins foi gravada em Balneário Ilhas e traz belíssimas imagens do pôr do sol entre mar e rio. O músico araranguaense parabenizou a forma como o município contemplou os artistas da região, de forma com que cada um pudesse trabalhar a sua arte da forma que quisesse. "Acredito que o formato de premiação foi extremamente importante, porque assim cada artista apresentou a sua arte da forma que quis. Foram vários formatos que trouxeram uma riqueza cultural e criativa ao nosso município", finaliza.

O projeto Os Quatro Cantos de Araranguá capta de maneira sublime a alma de Araranguá. Ao se utilizar dos principais pontos estratégicos do município, Fidélis transparece boa parte da história da cidade. O sentimentalismo da música aliado às paisagens é o registro histórico perfeito do momento intimista e reflexivo vivido por inúmeras famílias araranguaenses em meio a pandemia.

Acompanhe o cantor e compositor Jorge Fidélis no Youtube clicando aqui e no Instagram através da @jorgefidelis_, ou clicando aqui.

Quer receber notícias pelo WhatsApp? Clique aqui

Por Dyessica Abadi

A partir desta semana, o Portal W3 irá lançar uma série de reportagens especiais a fim de divulgar os projetos culturais de artistas araranguaenses que foram contemplados pela lei Aldir Blanc no ano passado. São inúmeros projetos musicais, de teatro, artesanato, foto, vídeo, entre outras formas de expressão artística. A equipe do Portal buscou selecionar ao menos um artista de cada segmento para fomentar cada vez mais as riquezas culturais locais.

Muitas vezes nos acostumamos tanto com o local no qual vivemos, ou a correria do dia a dia é tanta, que não paramos para contemplar as belezas de onde nós vivemos, não é mesmo? Com o objetivo de valorizar as belezas naturais de Araranguá, o músico Jorge Fidélis idealizou e produziu o projeto cultural Os Quatro Cantos de Araranguá, unindo história, música, contemplação e levando momentos de paz em meio ao turbilhão que 2020 trouxe a vida dos araranguaenses.

O projeto já está disponível para exibição no Youtube — você pode conferir clicando aqui. São quatro vídeos com quatro canções autorais em quatro paisagens que fazem parte da identidade de Araranguá. O objetivo, segundo Fidélis, é valorizar o cancioneiro local, cantores e instrumentistas da região. “A canção é a musica na sua forma mais simples. Eu cantei apenas utilizando a voz e o violão ali nos ambientes, utilizando o mínimo de apetrechos, executada da maneira mais simples, minimalista e intimista”, destaca o compositor.

A primeira canção Araranguá foi gravada à margem do rio Araranguá e traz belas imagens de pescadores ao entardecer, marcando umas das atividades mais clássicas do município. Já o segundo vídeo foi gravado na Árvore do Manhoso ao som da música Raízes. O trabalho de Fidélis traz ainda trechos da história da famosa árvore, relatado por Jucelia Miguel da Silva.

“No primeiro momento eu fiquei imaginando como fazer algo que fosse interessante, tentando unir os locais e a música, sendo que não poderia usar muitos profissionais, porque seria uma logística complicada pelo momento da pandemia. Fiquei imaginando de que forma seria bacana para as pessoas consumirem aquele conteúdo, mas que também percebessem que isso fosse feito de maneira responsável e interessante”, revela o compositor araranguaense.

A música Evento Horizonte foi gravada à noite no Farol do Morro dos Conventos. Jorge Fidélis revela que todas as músicas foram gravadas ao vivo e apenas a narração foi em estúdio. “Tudo foi questão de posicionamento, porque gravamos os vídeos com uma lapela e duas câmeras. O vídeo do Morro foi feito a noite e bate muito vento naquela região neste horário, então foi um desafio. Verificamos alguns detalhes e fomos fazendo ali na hora os ajustes. Na hora que tudo ficou bom, nós captamos”, conta.

A última canção Rasos Sins foi gravada em Balneário Ilhas e traz belíssimas imagens do pôr do sol entre mar e rio. O músico araranguaense parabenizou a forma como o município contemplou os artistas da região, de forma com que cada um pudesse trabalhar a sua arte da forma que quisesse. “Acredito que o formato de premiação foi extremamente importante, porque assim cada artista apresentou a sua arte da forma que quis. Foram vários formatos que trouxeram uma riqueza cultural e criativa ao nosso município”, finaliza.

O projeto Os Quatro Cantos de Araranguá capta de maneira sublime a alma de Araranguá. Ao se utilizar dos principais pontos estratégicos do município, Fidélis transparece boa parte da história da cidade. O sentimentalismo da música aliado às paisagens é o registro histórico perfeito do momento intimista e reflexivo vivido por inúmeras famílias araranguaenses em meio a pandemia.

Acompanhe o cantor e compositor Jorge Fidélis no Youtube clicando aqui e no Instagram através da @jorgefidelis_, ou clicando aqui.

Quer receber notícias pelo WhatsApp? Clique aqui

Compartilhe

Voltar às notícias