Produtos da roça e massas gourmet são novas apostas para delivery de empresas locais

Ideias surgiram em meio a crise e estão superando expectativas, segundo empresários

Em tempos de isolamento e comunicação entre as pessoas focada nas redes sociais, a  criatividade vem sendo a principal aposta para o incremento na renda e manter muitos negócios vivos.

A pandemia veio para abalar setores como saúde e economia, mas por outro lado, fazer com que novas perspectivas e oportunidades sejam desenvolvidas. E foi assim com a empresa “Grão e Goma”, que atendia em casamentos, formaturas e festas, mas com a  suspensão dessas atividades sem data para retorno, teve que se reinventar.



A ideia mudou totalmente e uma especialidade foi oferecida para os clientes: massas goumert com vários tipos de molhos entregues em casa. “Inicialmente criamos um site próprio e entramos em contato com nossos clientes. Depois fechamos parceria com o Ifood, e estamos vendendo por essa plataforma também. É algo novo para nós, porque nunca trabalhamos dessa forma, mas estamos recebendo bastante retorno positivo e ganhando novos clientes. As vendas iniciam devagar, chegando aos clientes que já nos conheciam, e as entregas eram feitas por nós mesmos. A cada dia percebemos um aumento dessas vendas, e hoje já contamos com o auxílio de um motoboy”, contou uma das sócias da empresa, Thaise Frigo.

Uma família de Meleiro também tem mostrado empreendedorismo e muita criatividade neste período. Os pais e duas filhas criaram a marca “Delivery Made In Roça”, para vender pães, doces, bolachas caseiras, e o principal produto: a pamonha que prometem ser especial. Todos produzidos na propriedade rural da família em Sapiranga, bairro do município.



Segundo uma das proprietárias da marca que remete às delícias da “roça”, Simone Figueredo, a ideia surgiu com a quarentena para divulgar e profissionalizar o que já era vendido pelos seus pais de forma amadora e apenas para vizinhos e conhecidos. “Investimos no Instagram para divulgar a marca e em dois meses as encomendas cresceram muito. Meus pais fazem os produtos e eu e minha irmã cuidamos das entregas e do financeiro. As pamonhas são o maior sucesso”.

 

E pra quem também quer empreender neste período, qual a mensagem?

 

A família Figueredo tem um trabalho árduo para dar conta de todas as encomendas e manter o “Delivery Made In Roça” atuando com seriedade neste período. “A minha mãe, por exemplo, está ganhando mais que a gerente de qualquer loja da região. A mensagem então que fica para as pessoas é que quem quer construir algo dá um jeito, quem não quer dá desculpa. Percebo que a falta de propósito das pessoas tem levado a problemas emocionais, então é preciso ter motivação na vida”, aconselhou, Simone.



Já para os responsáveis pela marca “Grão e Goma”, a chave para o alcance dos objetivos está no planejamento e nos mínimos detalhes.  “Cuidamos muito com a questão da higiene e damos a devida atenção a utilização de máscara e álcool em gel. Na cozinha usado luvas também.  As pessoas em geral estão com suas rotinas modificadas com a pandemia, e isso leva a novas formas de se organizar. E o delivery de alimentos, acreditamos que facilite a muitas famílias que não tem o hábito, ou até mesmo tempo, de se dedicarem a fazer suas próprias refeições”, concluiu, Thaise Frigo.



 

Em tempos de isolamento e comunicação entre as pessoas focada nas redes sociais, a  criatividade vem sendo a principal aposta para o incremento na renda e manter muitos negócios vivos.

A pandemia veio para abalar setores como saúde e economia, mas por outro lado, fazer com que novas perspectivas e oportunidades sejam desenvolvidas. E foi assim com a empresa “Grão e Goma”, que atendia em casamentos, formaturas e festas, mas com a  suspensão dessas atividades sem data para retorno, teve que se reinventar.

A ideia mudou totalmente e uma especialidade foi oferecida para os clientes: massas goumert com vários tipos de molhos entregues em casa. “Inicialmente criamos um site próprio e entramos em contato com nossos clientes. Depois fechamos parceria com o Ifood, e estamos vendendo por essa plataforma também. É algo novo para nós, porque nunca trabalhamos dessa forma, mas estamos recebendo bastante retorno positivo e ganhando novos clientes. As vendas iniciam devagar, chegando aos clientes que já nos conheciam, e as entregas eram feitas por nós mesmos. A cada dia percebemos um aumento dessas vendas, e hoje já contamos com o auxílio de um motoboy”, contou uma das sócias da empresa, Thaise Frigo.

Uma família de Meleiro também tem mostrado empreendedorismo e muita criatividade neste período. Os pais e duas filhas criaram a marca “Delivery Made In Roça”, para vender pães, doces, bolachas caseiras, e o principal produto: a pamonha que prometem ser especial. Todos produzidos na propriedade rural da família em Sapiranga, bairro do município.

Segundo uma das proprietárias da marca que remete às delícias da “roça”, Simone Figueredo, a ideia surgiu com a quarentena para divulgar e profissionalizar o que já era vendido pelos seus pais de forma amadora e apenas para vizinhos e conhecidos. “Investimos no Instagram para divulgar a marca e em dois meses as encomendas cresceram muito. Meus pais fazem os produtos e eu e minha irmã cuidamos das entregas e do financeiro. As pamonhas são o maior sucesso”.

 

E pra quem também quer empreender neste período, qual a mensagem?

 

A família Figueredo tem um trabalho árduo para dar conta de todas as encomendas e manter o “Delivery Made In Roça” atuando com seriedade neste período. “A minha mãe, por exemplo, está ganhando mais que a gerente de qualquer loja da região. A mensagem então que fica para as pessoas é que quem quer construir algo dá um jeito, quem não quer dá desculpa. Percebo que a falta de propósito das pessoas tem levado a problemas emocionais, então é preciso ter motivação na vida”, aconselhou, Simone.

Já para os responsáveis pela marca “Grão e Goma”, a chave para o alcance dos objetivos está no planejamento e nos mínimos detalhes.  “Cuidamos muito com a questão da higiene e damos a devida atenção a utilização de máscara e álcool em gel. Na cozinha usado luvas também.  As pessoas em geral estão com suas rotinas modificadas com a pandemia, e isso leva a novas formas de se organizar. E o delivery de alimentos, acreditamos que facilite a muitas famílias que não tem o hábito, ou até mesmo tempo, de se dedicarem a fazer suas próprias refeições”, concluiu, Thaise Frigo.

 

Compartilhe

Voltar às notícias