Presidente Bolsonaro promete auxílio de R$ 60 bilhões a estados e municípios

Caso o projeto seja sancionado, Santa Catarina deve receber aproximadamente R$ 2,2 bilhões

Por Dyessica Abadi

O Presidente Jair Bolsonaro se comprometeu a sancionar o mais rapidamente possível um projeto de lei que prevê um auxílio de R$ 60 bilhões a estados e municípios. A promessa aconteceu na manhã desta quinta-feira, 21, durante uma videoconferência entre o governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, o presidente da República e demais líderes, como o Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, do Senado, Davi Alcolumbre, e Governadores de outros Estados.

Caso o projeto seja sancionado, Santa Catarina deve receber aproximadamente R$ 2,2 bilhões, somando o valor de Estados (R$ 1,3 bilhão) e municípios (R$ 881 milhões). A ajuda deverá ser paga em quatro parcelas.

Ao fim do encontro, Carlos Moisés reforçou o pedido dos governadores para que o projeto seja sancionado de forma breve e que a primeira parcela seja disponibilizada ainda no mês de maio.
Essa interação visou mostrar ao Presidente da República a necessidade urgente da sanção do projeto de lei de ajuda aos Estados e municípios. Por isso, pedimos ao presidente a sanção imediata para que esses recursos possam estar disponíveis aos estados e municípios ainda neste mês de maio. Precisamos honrar nossos compromissos, ainda mais agora com o combate à Covid-19. São os estados e municípios que entregam ações de saúde”. Carlos Moisés, Governador de Santa Catarina.

Ainda segundo o governador, a reunião, que durou cerca de uma hora, foi bastante objetiva e teve um caráter de união de forças, o que ele considera fundamental no momento vivido pelo Brasil.

Por Dyessica Abadi

O Presidente Jair Bolsonaro se comprometeu a sancionar o mais rapidamente possível um projeto de lei que prevê um auxílio de R$ 60 bilhões a estados e municípios. A promessa aconteceu na manhã desta quinta-feira, 21, durante uma videoconferência entre o governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, o presidente da República e demais líderes, como o Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, do Senado, Davi Alcolumbre, e Governadores de outros Estados.

Caso o projeto seja sancionado, Santa Catarina deve receber aproximadamente R$ 2,2 bilhões, somando o valor de Estados (R$ 1,3 bilhão) e municípios (R$ 881 milhões). A ajuda deverá ser paga em quatro parcelas.

Ao fim do encontro, Carlos Moisés reforçou o pedido dos governadores para que o projeto seja sancionado de forma breve e que a primeira parcela seja disponibilizada ainda no mês de maio.

Essa interação visou mostrar ao Presidente da República a necessidade urgente da sanção do projeto de lei de ajuda aos Estados e municípios. Por isso, pedimos ao presidente a sanção imediata para que esses recursos possam estar disponíveis aos estados e municípios ainda neste mês de maio. Precisamos honrar nossos compromissos, ainda mais agora com o combate à Covid-19. São os estados e municípios que entregam ações de saúde”. Carlos Moisés, Governador de Santa Catarina.

Ainda segundo o governador, a reunião, que durou cerca de uma hora, foi bastante objetiva e teve um caráter de união de forças, o que ele considera fundamental no momento vivido pelo Brasil.

Compartilhe

Voltar às notícias