Polícia Militar prende homem que tinha indústria clandestina de fabricação de conservas em Jacinto Machado

Foram apreendidas duas armas de fogo, munição e R$50 mil em dinheiro

A Polícia Militar de Santa Catarina prendeu um homem por porte ilegal de arma de fogo, munição e por receber produtos vegetais sem exigir a licença do vendedor, na tarde desta sexta-feira, 11, em Jacinto Machado. O indivíduo possuía uma indústria clandestina de fabricação de conservas dentro de casa. Foram apreendidas duas armas de fogo, munição e R$50 mil em dinheiro.

As guarnições de Jacinto Machado, Ermo e Turvo foram acionadas na tarde de hoje, por volta das 14 horas, para se deslocar até o local da ocorrência. Ao chegar lá, um homem estava efetuando disparos de arma de fogo e, ao avistar os agentes, correu para trás de sua residência e jogou duas armas de fogo no matagal. Logo, os policiais abordaram o indivíduo e encontrando as duas armas no mato, sendo um revólver calibre 32 e uma pistola calibre 25.

Após encontrar as armas, a guarnição revistou a residência onde o homem morava e encontraram um carregador de pistola calibres 25, com 3 munições intactas. No local, funcionava uma indústria clandestina de fabricação de conservas de palmito, onde tinham 32 vidros prontos para consumo e 76 peças de palmito in nature. Também foi encontrado mais de R$50 mil em dinheiro que estava dentro de uma caixa no guarda roupas e também espalhado pela casa.

O homem afirmou que as armas eram suas e que trabalha com compra e venda de veículos. Ele justificou que as armas foram recebidas como forma de pagamento. Ele informou aos policiais que beneficia as conservas de palmito em sua casa, mas que compra de terceiros a matéria prima.

O dinheiro foi apreendida e encaminhada até a Delegacia para que possa ser apurada a origem real da quantia.

Fonte: PMSC

 Quer receber notícias pelo WhatsApp? Clique aqui

A Polícia Militar de Santa Catarina prendeu um homem por porte ilegal de arma de fogo, munição e por receber produtos vegetais sem exigir a licença do vendedor, na tarde desta sexta-feira, 11, em Jacinto Machado. O indivíduo possuía uma indústria clandestina de fabricação de conservas dentro de casa. Foram apreendidas duas armas de fogo, munição e R$50 mil em dinheiro.

As guarnições de Jacinto Machado, Ermo e Turvo foram acionadas na tarde de hoje, por volta das 14 horas, para se deslocar até o local da ocorrência. Ao chegar lá, um homem estava efetuando disparos de arma de fogo e, ao avistar os agentes, correu para trás de sua residência e jogou duas armas de fogo no matagal. Logo, os policiais abordaram o indivíduo e encontrando as duas armas no mato, sendo um revólver calibre 32 e uma pistola calibre 25.

Após encontrar as armas, a guarnição revistou a residência onde o homem morava e encontraram um carregador de pistola calibres 25, com 3 munições intactas. No local, funcionava uma indústria clandestina de fabricação de conservas de palmito, onde tinham 32 vidros prontos para consumo e 76 peças de palmito in nature. Também foi encontrado mais de R$50 mil em dinheiro que estava dentro de uma caixa no guarda roupas e também espalhado pela casa.

O homem afirmou que as armas eram suas e que trabalha com compra e venda de veículos. Ele justificou que as armas foram recebidas como forma de pagamento. Ele informou aos policiais que beneficia as conservas de palmito em sua casa, mas que compra de terceiros a matéria prima.

O dinheiro foi apreendida e encaminhada até a Delegacia para que possa ser apurada a origem real da quantia.

Fonte: PMSC

 Quer receber notícias pelo WhatsApp? Clique aqui

Compartilhe

Voltar às notícias