Polícia Militar e Corpo de Bombeiros impedem homem de tirar a própria vida

Após muita paciência e negociação homem foi salvo e levado ao HRA.

No final da manhã deste sábado, dia 14, policiais militares e bombeiros tiveram uma árdua missão: salvar a vida de um homem que ameaçava se jogar com uma corda no pescoço, do segundo andar de uma residência. O fato foi registrado na Praia da Caçamba, em Balneário Arroio do Silva, por volta das 11h35min.


Quando os militares chegaram no local, de imediato visualizaram um homem de 51 anos, totalmente alterado, na beira do segundo piso da residência. Na posse de uma faca e com uma corda no pescoço, o homem ameaçava tirar a própria vida.


Lutando contra o tempo e com o único intuito de salvar da vítima, militares iniciaram com muita paciência, uma conversa com o homem até a chegada do Corpo de Bombeiros e demais militares. Segundo relatos, o homem não aceitava a aproximação de nenhuma pessoa, mudando de humor rapidamente - ora elogiando, ora ameaçando os Policiais e Bombeiros que estavam no local.


Conforme informações repassadas pelos bombeiros, diante da agressividade, os socorristas viram que ele estava decidido em não negociar com as guarnições BM e PM, contudo, os bombeiros fizeram uma avaliação da cena, principalmente em torno da residência, para encontrar meios para acessar a parte superior da casa, sem ser percebido pela vítima. Foi quando os bombeiros constataram que havia uma escada para o acesso ao segundo pavimento e uma entrada para o banheiro em construção, na qual a corda estava amarrada e ficava num ‘ponto cego’ para o autor.


Foi neste momento que o Sargento BM Michel e Soldado BM Prudêncio construíram o plano de subir no segundo pavimento e adentrar ao banheiro sem serem percebidos para cortar a corda, descartando neste primeiro momento o risco de enforcamento, para que em um momento oportuno, conseguissem aplicar a segunda parte do plano, que seria a retirada da faca e imobilização.


Meados da ocorrência, chegou ao local da cena mais duas viaturas da PM, sendo uma delas composta pelo oficial de dia 1º Tenente PM Faber, momento em que foi dado início ao primeiro momento do plano. O Soldado BM Prudêncio aproxima-se da residência pegou uma faca com o vizinho, tirou o calçado para evitar barulhos e sozinho acessou o pavimento superior para então adentrar ao banheiro e cortar a corda, permanecendo naquele recinto segurando a corda para evitar em largar, pois caso isso acontecesse o homem iria desconfiar, pois a todo instante fazia a conferência da referida corda.


Em um segundo momento, sabendo que já não havia, pelo menos, a possibilidade do enforcamento, o Sargento BM Michel combinado com o Sargento da PM, subiu ao segundo pavimento para juntar-se ao Soldado para colocar em prática a segunda parte do plano, que era a retirada da faca e imobilização do mesmo.


O Sargento Michel então subiu ao segundo pavimento, momento em que o autor ficou agressivo, atentando contra sua própria vida com a faca no pescoço. Após duas horas de negociação, conversa e estratégias o sargento dos Bombeiros foi para cima da vítima, a imobilizando.


O Soldado Prudêncio, ajudando a conter a vítima, conseguiu retirar a faca, salvando a vida do homem, que foi conduzido ao Hospital Regional Araranguá para atendimento médico. Ninguém saiu ferido.

No final da manhã deste sábado, dia 14, policiais militares e bombeiros tiveram uma árdua missão: salvar a vida de um homem que ameaçava se jogar com uma corda no pescoço, do segundo andar de uma residência. O fato foi registrado na Praia da Caçamba, em Balneário Arroio do Silva, por volta das 11h35min.

Quando os militares chegaram no local, de imediato visualizaram um homem de 51 anos, totalmente alterado, na beira do segundo piso da residência. Na posse de uma faca e com uma corda no pescoço, o homem ameaçava tirar a própria vida.

Lutando contra o tempo e com o único intuito de salvar da vítima, militares iniciaram com muita paciência, uma conversa com o homem até a chegada do Corpo de Bombeiros e demais militares. Segundo relatos, o homem não aceitava a aproximação de nenhuma pessoa, mudando de humor rapidamente – ora elogiando, ora ameaçando os Policiais e Bombeiros que estavam no local.

Conforme informações repassadas pelos bombeiros, diante da agressividade, os socorristas viram que ele estava decidido em não negociar com as guarnições BM e PM, contudo, os bombeiros fizeram uma avaliação da cena, principalmente em torno da residência, para encontrar meios para acessar a parte superior da casa, sem ser percebido pela vítima. Foi quando os bombeiros constataram que havia uma escada para o acesso ao segundo pavimento e uma entrada para o banheiro em construção, na qual a corda estava amarrada e ficava num ‘ponto cego’ para o autor.

Foi neste momento que o Sargento BM Michel e Soldado BM Prudêncio construíram o plano de subir no segundo pavimento e adentrar ao banheiro sem serem percebidos para cortar a corda, descartando neste primeiro momento o risco de enforcamento, para que em um momento oportuno, conseguissem aplicar a segunda parte do plano, que seria a retirada da faca e imobilização.

Meados da ocorrência, chegou ao local da cena mais duas viaturas da PM, sendo uma delas composta pelo oficial de dia 1º Tenente PM Faber, momento em que foi dado início ao primeiro momento do plano. O Soldado BM Prudêncio aproxima-se da residência pegou uma faca com o vizinho, tirou o calçado para evitar barulhos e sozinho acessou o pavimento superior para então adentrar ao banheiro e cortar a corda, permanecendo naquele recinto segurando a corda para evitar em largar, pois caso isso acontecesse o homem iria desconfiar, pois a todo instante fazia a conferência da referida corda.

Em um segundo momento, sabendo que já não havia, pelo menos, a possibilidade do enforcamento, o Sargento BM Michel combinado com o Sargento da PM, subiu ao segundo pavimento para juntar-se ao Soldado para colocar em prática a segunda parte do plano, que era a retirada da faca e imobilização do mesmo.

O Sargento Michel então subiu ao segundo pavimento, momento em que o autor ficou agressivo, atentando contra sua própria vida com a faca no pescoço. Após duas horas de negociação, conversa e estratégias o sargento dos Bombeiros foi para cima da vítima, a imobilizando.

O Soldado Prudêncio, ajudando a conter a vítima, conseguiu retirar a faca, salvando a vida do homem, que foi conduzido ao Hospital Regional Araranguá para atendimento médico. Ninguém saiu ferido.

Compartilhe

Voltar às notícias