Polícia encontra mais dois ladrões de malotes de roubo em Maracajá

Ao todo, cinco envolvidos no crime encontrados até agora pela investigação policial. Todos encontram-se presos, mas mais envolvidos são procurados

Em coletiva de imprensa realizada na tarde desta quinta, 02, as policias Civil e Militar de Araranguá divulgaram a prisão de mais dois envolvidos no roubo de uma agência bancária em Maracajá em Julho deste ano. Entre os acusados, o próprio vigia do estabelecimento.

A ação conjunta entre agentes da Delegacia de Polícia Civil e Polícia Militar de Maracajá resultou na prisão dos responsáveis pelo crime. Até ontem, 01, tinham sido presas 3 pessoas. A operação foi finalizada nesta quinta, 02, quando mais dois envolvidos foram encontrados, totalizando 5 pessoas presas.

Segundo o delegado responsável pelas investigações, Jair Duarte, um dos envolvidos foi encontrado em Maracajá e outro em casa no bairro, Lagoão, em Araranguá. Um deles foi interrogado e contou com detalhes de como o roubo se consumou.

Foi confessado às autoridades que o vigia da agência era o responsável por passar todas as informações para os outros integrantes da quadrilha através do Whatsapp. ‘’Os trabalhos de investigação continuam pois ainda existe um integrante foragido’’, afirmou o delegado.
Quer receber notícias pelo WhatsApp? Clique aqui

Em coletiva de imprensa realizada na tarde desta quinta, 02, as policias Civil e Militar de Araranguá divulgaram a prisão de mais dois envolvidos no roubo de uma agência bancária em Maracajá em Julho deste ano. Entre os acusados, o próprio vigia do estabelecimento.

A ação conjunta entre agentes da Delegacia de Polícia Civil e Polícia Militar de Maracajá resultou na prisão dos responsáveis pelo crime. Até ontem, 01, tinham sido presas 3 pessoas. A operação foi finalizada nesta quinta, 02, quando mais dois envolvidos foram encontrados, totalizando 5 pessoas presas.

Segundo o delegado responsável pelas investigações, Jair Duarte, um dos envolvidos foi encontrado em Maracajá e outro em casa no bairro, Lagoão, em Araranguá. Um deles foi interrogado e contou com detalhes de como o roubo se consumou.

Foi confessado às autoridades que o vigia da agência era o responsável por passar todas as informações para os outros integrantes da quadrilha através do Whatsapp. ‘’Os trabalhos de investigação continuam pois ainda existe um integrante foragido’’, afirmou o delegado.

Quer receber notícias pelo WhatsApp? Clique aqui

Compartilhe

Voltar às notícias