Plantão Coronavírus: moradores de Três Barras fecham acesso a localidade

Objetivo da manifestação segundo o grupo é lembrar que os encantos naturais não são suficientes para combater a proliferação da doença

A falta de sensibilazação de algumas pessoas em relação ao regime de quarentena provocou muita revolta nos moradores da localidade de Três Barras, em Morro Grande. A comunidade é divisa com o Rio Grande do Sul e tem belezas naturais que chamam atenção de muitos visitantes e turistas, que apesar das orientações para ficar em casa neste período de restrições por conta do Coronavírus, continuam transitando livremente e procurando refugiar-se na região.

Três Barras é também o lugar onde o vice-prefeito do município, Eduir Marcelo, o Poca, reside. Ele e outros moradores resolveram nesta quinta, 19, fazer uma mobilização para chamar a atenção de quem pretende passar pelo local.

Por isso, decidiram colocar um caminhão na estrada de acesso para impedir a passagem de veículos. Além de morros e cachoeiras, a paisagem é deslumbrante, e segundo o grupo o objetivo é lembrar que os encantos naturais não são suficientes para combater a proliferação da doença. “Estamos pedindo encarecidamente para as pessoas não saírem de suas casas. Gostamos que venham nos visitar, mas aqui é um lugar pequeno e poucas pessoas moram, e não temos neste momento como saber quem chega com o vírus ou não. Estamos assustados  e queremos que nos entendam”, justificou Poca.


Quer receber notícias pelo Whatsapp? Clique aqui

A falta de sensibilazação de algumas pessoas em relação ao regime de quarentena provocou muita revolta nos moradores da localidade de Três Barras, em Morro Grande. A comunidade é divisa com o Rio Grande do Sul e tem belezas naturais que chamam atenção de muitos visitantes e turistas, que apesar das orientações para ficar em casa neste período de restrições por conta do Coronavírus, continuam transitando livremente e procurando refugiar-se na região.

Três Barras é também o lugar onde o vice-prefeito do município, Eduir Marcelo, o Poca, reside. Ele e outros moradores resolveram nesta quinta, 19, fazer uma mobilização para chamar a atenção de quem pretende passar pelo local.

Por isso, decidiram colocar um caminhão na estrada de acesso para impedir a passagem de veículos. Além de morros e cachoeiras, a paisagem é deslumbrante, e segundo o grupo o objetivo é lembrar que os encantos naturais não são suficientes para combater a proliferação da doença. “Estamos pedindo encarecidamente para as pessoas não saírem de suas casas. Gostamos que venham nos visitar, mas aqui é um lugar pequeno e poucas pessoas moram, e não temos neste momento como saber quem chega com o vírus ou não. Estamos assustados  e queremos que nos entendam”, justificou Poca.

Quer receber notícias pelo Whatsapp? Clique aqui

Compartilhe

Voltar às notícias

Mais lidas

Leia também

Recomendadas para você

whatsapp-icon Mande sua notícia aqui