Plantão Coronavírus: Governo facilita pagamento de contas de água e luz para famílias de baixa renda

Celesc irá adiar o pagamento das faturas dos meses de março e abril e Casan irá isentar pagamento da conta por 60 dias

Foi anunciada na manhã deste sábado, 21, uma medida que visa auxiliar famílias de baixa renda em relação às tarifas de água e luz. O Governo de Santa Catarina anunciou que a Celesc irá adiar o pagamento das faturas dos meses de março e abril e a Casan irá isentar essas famílias do pagamento da conta por 60 dias. Tais providências irão beneficar mais de 36 mil famílias cadastradas junto a Celesc no Programa Social do Governo Federal (Cadastro Único ou que recebem o Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social) e 7 mil famílias que usufruem do benefício da Tarifa Social Social pela Casan.

Essa facilitação proposta pelo Governo do Estado conta com o auxílio das agências reguladoras e visa estimular ainda mais os hábitos de higienização — fundamentais para o combate da epidemia do novo Coronavírus. Conforme a diretora-presidente da Casan, Roberta Maas dos Anjos, os cortes de água foram suspensos temporariamente com o objetivo de "garantir o acesso a água às pessoas, promovendo saúde e prevenindo o contágio".

Segundo informações publicadas no site do Governo do Estado, a tarifa social tem valores 28% mais baratos do que as demais tarifas. Os dois critérios para usufruir de tal benefício são: renda familiar de até dois salários mínimos e estar registrado no Cadastro Único do Governo Federal. Os consumidores que ainda não possuem cadastro junto à Companhia devem regularizar suas ligações.

Foi anunciada na manhã deste sábado, 21, uma medida que visa auxiliar famílias de baixa renda em relação às tarifas de água e luz. O Governo de Santa Catarina anunciou que a Celesc irá adiar o pagamento das faturas dos meses de março e abril e a Casan irá isentar essas famílias do pagamento da conta por 60 dias. Tais providências irão beneficar mais de 36 mil famílias cadastradas junto a Celesc no Programa Social do Governo Federal (Cadastro Único ou que recebem o Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social) e 7 mil famílias que usufruem do benefício da Tarifa Social Social pela Casan.

Essa facilitação proposta pelo Governo do Estado conta com o auxílio das agências reguladoras e visa estimular ainda mais os hábitos de higienização — fundamentais para o combate da epidemia do novo Coronavírus. Conforme a diretora-presidente da Casan, Roberta Maas dos Anjos, os cortes de água foram suspensos temporariamente com o objetivo de “garantir o acesso a água às pessoas, promovendo saúde e prevenindo o contágio”.

Segundo informações publicadas no site do Governo do Estado, a tarifa social tem valores 28% mais baratos do que as demais tarifas. Os dois critérios para usufruir de tal benefício são: renda familiar de até dois salários mínimos e estar registrado no Cadastro Único do Governo Federal. Os consumidores que ainda não possuem cadastro junto à Companhia devem regularizar suas ligações.

Compartilhe

Voltar às notícias