Plantão Coronavírus: Balneário Gaivota registra mais uma morte; a décima da AMESC

Em menos de uma semana, município registrou dois óbitos: o anterior aconteceu no dia 27 de junho, último sábado

Por Dyessica Abadi

Foi registrado na tarde desta sexta-feira, 03, a terceira morte causada por Covid-19 em Balneário Gaivota. De acordo com a Prefeitura Municipal, o caso é de um homem morador da cidade que tinha 59 anos e estava internado na UTI de hospital da região há 15 dia. A nota ainda informa que os familiares da vítima estavam em isolamento domiciliar, mas já cumpriram o prazo recomendado pelos protocolos do Ministério da Saúde e receberam alta do isolamento ainda hoje.

Essa é a décima morte causada pelo vírus registrada na região do Extremo Sul Catarinense. Em menos de uma semana, Balneário Gaivota registrou dois óbitos: o anterior aconteceu no dia 27 de junho, último sábado. Agora, são três mortes no município. Na AMESC, a disposição de óbitos causados por Covid-19 é, do maior para o menor: 3 em Sombrio, 3 em Araranguá, 3 em Balneário Gaivota e 1 em Balneário Arroio do Silva. A taxa de letalidade na região é de aproximadamente 2,16%.

De acordo com o último Boletim Epidemiológico da Associação dos Municípios (AMESC) publicado quinta-feira, 02,  já são registrados 461 casos positivos de Covid-19 na região — destes, 389 já estão curados do vírus, uma taxa de 86,1% dos casos. O cálculo é feito com base na divisão entre recuperados e confirmados menos o número de óbitos.

Em apenas um dia, houve um aumento de mais 20 positivados para o vírus. Confira o aumento no infográfico abaixo. Ele é interativo e registra o crescimentos de casos no mês de Junho-Julho de 2020. A linha verde demonstra os casos confirmados com Covid-19 na AMESC; a amarela registra a quantidade de suspeitos; já a azul revela o total de recuperados pelo vírus; e a linha em preto apresenta o número de mortos.

Clique ou passe o cursor sobre os pontos das linhas — assim, você terá acesso aos números registrados pelos Boletins Epidemiológicos.



Ainda de acordo com o último informativo da AMESC, a ocupação dos leitos do Hospital Regional de Araranguá estava em 51%, com 6 dos 10 leitos da UTI Covid-19 ocupados no dia 1º de julho, às 17h. Os seis leitos do setor de infectologia ainda encontravam-se disponíveis.

Por Dyessica Abadi

Foi registrado na tarde desta sexta-feira, 03, a terceira morte causada por Covid-19 em Balneário Gaivota. De acordo com a Prefeitura Municipal, o caso é de um homem morador da cidade que tinha 59 anos e estava internado na UTI de hospital da região há 15 dia. A nota ainda informa que os familiares da vítima estavam em isolamento domiciliar, mas já cumpriram o prazo recomendado pelos protocolos do Ministério da Saúde e receberam alta do isolamento ainda hoje.

Essa é a décima morte causada pelo vírus registrada na região do Extremo Sul Catarinense. Em menos de uma semana, Balneário Gaivota registrou dois óbitos: o anterior aconteceu no dia 27 de junho, último sábado. Agora, são três mortes no município. Na AMESC, a disposição de óbitos causados por Covid-19 é, do maior para o menor: 3 em Sombrio, 3 em Araranguá, 3 em Balneário Gaivota e 1 em Balneário Arroio do Silva. A taxa de letalidade na região é de aproximadamente 2,16%.

De acordo com o último Boletim Epidemiológico da Associação dos Municípios (AMESC) publicado quinta-feira, 02,  já são registrados 461 casos positivos de Covid-19 na região — destes, 389 já estão curados do vírus, uma taxa de 86,1% dos casos. O cálculo é feito com base na divisão entre recuperados e confirmados menos o número de óbitos.

Em apenas um dia, houve um aumento de mais 20 positivados para o vírus. Confira o aumento no infográfico abaixo. Ele é interativo e registra o crescimentos de casos no mês de Junho-Julho de 2020. A linha verde demonstra os casos confirmados com Covid-19 na AMESC; a amarela registra a quantidade de suspeitos; já a azul revela o total de recuperados pelo vírus; e a linha em preto apresenta o número de mortos.

Clique ou passe o cursor sobre os pontos das linhas — assim, você terá acesso aos números registrados pelos Boletins Epidemiológicos.

Ainda de acordo com o último informativo da AMESC, a ocupação dos leitos do Hospital Regional de Araranguá estava em 51%, com 6 dos 10 leitos da UTI Covid-19 ocupados no dia 1º de julho, às 17h. Os seis leitos do setor de infectologia ainda encontravam-se disponíveis.

Compartilhe

Voltar às notícias