Pedágio funciona normalmente depois que carro pegou fogo no local

Prejuízos não foram relatados pela concessionária

O fato aconteceu às 6h45min desta quarta, 08, quando um veículo passava pela Praça de Pedágio de Araranguá e acabou incendiando. Motoristas que passavam pelo local acabaram registrando o momento.

[video width="640" height="352" mp4="https://portalw3.com.br/wp-content/uploads/2022/06/incendio.mp4"][/video]

Segundo o Corpo de Bombeiros que atendeu a ocorrência as chamas atingiram duas cabines de cobrança de pedágio. “A guarnição de pronto iniciou o combate com o mangotinho, pois o incêndio estava na fase de crescimento. Junto com o combate com mangotinho foi montado uma linha de ataque para proteção de duas cabines de cobrança que estavam já iniciando um outro incêndio. Após alguns minutos, a guarnição controlou e extinguiu as chamas, tanto do veículo quanto das duas cabines”, confirmou a nota da guarnição.

Apesar da proporção das chamas, ninguém foi lesionado, e atendentes e motoristas saíram a tempo de se salvarem. As causas do incêndio deverão ser investigadas apesar dos bombeiros constatarem ser relacionados ao GNV, tipo de combustível utilizado.

A CCR Via Costeira, concessionária responsável pelo pedágio no trecho Sul da BR-101, comunicou que não houve prejuízos em razão do acontecido. "A cabine sofreu aquecimento, mas não foi incendiada. O problema foi apenas no veículo e o pedágio funciona normalmente", comunicou a empresa.

Em nota, o Corpo de Bombeiros também relatou mais detalhes da para contenção das chamas . “O automóvel usava combustível GNV, assim sendo foi fechada a válvula de regula do combustível e também feito resfriamento do botijão. Nessa operação, foram gastos aproximadamente 500 litros de água, entre combate e rescaldo”.

O fato aconteceu às 6h45min desta quarta, 08, quando um veículo passava pela Praça de Pedágio de Araranguá e acabou incendiando. Motoristas que passavam pelo local acabaram registrando o momento.

Segundo o Corpo de Bombeiros que atendeu a ocorrência as chamas atingiram duas cabines de cobrança de pedágio. “A guarnição de pronto iniciou o combate com o mangotinho, pois o incêndio estava na fase de crescimento. Junto com o combate com mangotinho foi montado uma linha de ataque para proteção de duas cabines de cobrança que estavam já iniciando um outro incêndio. Após alguns minutos, a guarnição controlou e extinguiu as chamas, tanto do veículo quanto das duas cabines”, confirmou a nota da guarnição.

Apesar da proporção das chamas, ninguém foi lesionado, e atendentes e motoristas saíram a tempo de se salvarem. As causas do incêndio deverão ser investigadas apesar dos bombeiros constatarem ser relacionados ao GNV, tipo de combustível utilizado.

A CCR Via Costeira, concessionária responsável pelo pedágio no trecho Sul da BR-101, comunicou que não houve prejuízos em razão do acontecido. “A cabine sofreu aquecimento, mas não foi incendiada. O problema foi apenas no veículo e o pedágio funciona normalmente”, comunicou a empresa.

Em nota, o Corpo de Bombeiros também relatou mais detalhes da para contenção das chamas . “O automóvel usava combustível GNV, assim sendo foi fechada a válvula de regula do combustível e também feito resfriamento do botijão. Nessa operação, foram gastos aproximadamente 500 litros de água, entre combate e rescaldo”.

Compartilhe

Voltar às notícias