Passeata marca Dia Mundial do Autismo

Além do azul foram usados trabalhos e palestras para informar sobre a data


O Dia Mundial do Autismo em Araranguá foi marcado por ações nas secretarias de governo. Na Secretaria da Saúde, servidores das unidades usaram o azul para identificar a data, além da informação ao público.


Na sede da secretaria de Educação funcionários usaram a camiseta da campanha. A porta central foi decorada com balões. Nas escolas e centros de educação infantil, além dos balões, os alunos receberam informações sobre o autismo.


No bairro Nova Divineia, a Escola Básica Municipal, realizou duas passeatas por ruas da comunidade. Alunos e professores portavam faixas e cartazes chamando a atenção dos moradores para a importância da data.



O ato realizado em dois turnos, mobilizou estudantes do período matutino e do vespertino, totalizando a participação de todos os 512 alunos da escola.


Segundo a diretora do educandário, professora Iná Helena Pereira de Aguiar, a mobilização “é uma manifestação de solidariedade aos pais e aos autistas”, ressaltou. Durante a semana foram realizados diversos trabalhos nas classes da escola e os funcionários trabalharam de azul.


O Dia Mundial do Autismo em Araranguá foi marcado por ações nas secretarias de governo. Na Secretaria da Saúde, servidores das unidades usaram o azul para identificar a data, além da informação ao público.

Na sede da secretaria de Educação funcionários usaram a camiseta da campanha. A porta central foi decorada com balões. Nas escolas e centros de educação infantil, além dos balões, os alunos receberam informações sobre o autismo.

No bairro Nova Divineia, a Escola Básica Municipal, realizou duas passeatas por ruas da comunidade. Alunos e professores portavam faixas e cartazes chamando a atenção dos moradores para a importância da data.

O ato realizado em dois turnos, mobilizou estudantes do período matutino e do vespertino, totalizando a participação de todos os 512 alunos da escola.

Segundo a diretora do educandário, professora Iná Helena Pereira de Aguiar, a mobilização “é uma manifestação de solidariedade aos pais e aos autistas”, ressaltou. Durante a semana foram realizados diversos trabalhos nas classes da escola e os funcionários trabalharam de azul.

Compartilhe

Voltar às notícias