Palestra sobre o suicídio fecha a campanha do Setembro Amarelo em Maracajá

A psicóloga, Valéria Andrade, abordou os temas: Ações em favor a vida, onde enfatizou a importância das pessoas respeitarem seu tempo

Foto: Assessoria de imprensa

Fechando a campanha de prevenção ao suicídio no Setembro Amarelo, o Departamento Municipal de Saúde de Maracajá, realizou na noite de quinta-feira, dia 23/09, uma palestra educativa com a psicóloga, Valéria Matos Andrade. A palestra aconteceu no Centro de Eventos Jerivás, anexo ao Parque Ecológico, e reuniu cerca de 100 pessoas.


A abertura do evento foi realizada pela primeira-dama, Claudete Rocha Brambila, segunda-dama, Gislane Gabriel Rocha, presidente do Legislativo, Matias José Matias, secretária de Administração e Finanças, Edilane Nicoleite, e a diretora de Saúde Michele Constantino Gonçalves.


Para a diretora de Saúde, a campanha Setembro Amarelo é de grande valia para a sociedade. "Além do conhecimento, a campanha tem como objetivo promover a conscientização e a reflexão sobre a valorização da vida. Com isso, as ações desenvolvidas durante todo o mês visam diminuir o preconceito em falar e debater sobre o suicídio, e também instiga as pessoas a olharem ao seu redor e identificar pessoas que precisam de ajuda", disse.


Michele salientou ainda a importância de procurar ajuda profissional, onde o município disponibiliza de especialistas (psiquiatra e psicólogo).


Palestra


A psicóloga, Valéria Matos Andrade, abordou temas como: ações em favor a vida, onde enfatizou a importância das pessoas respeitarem seu tempo, evitarem se comparar ao outro, se cobrarem menos, e também procurarem ficar próximas de pessoas que ama, praticar atividade física ou algo que lhe dê prazer. Também detalhou alguns mitos e verdades de pessoas com pensamentos suicidas.


Saber identificar as pessoas que precisam de ajuda, também foi um dos assuntos levantados. Segundo Valéria, alguns sinais verbais e comportamentais podem ser identificados como: Expressar desejo de morte;  baixa autoestima; falta de esperança; expressar sentimento de aprisionamento; despedida, desistir dos compromissos diários; mudanças no sono ou hábitos alimentares; explorar métodos de como concretizar o ato; ignorar ações que proporcionam bem-estar, entre outros sinais.


A psicóloga também salientou a importância de pedir ajuda e de identificar aquelas pessoas que precisam de ajuda.  "Precisamos falar sobre saúde mental, hoje muitas pessoas sofrem de depressão ou algum transtorno, por isso é importante procurar ajuda, fazer o tratamento e voltar ao convívio social", comentou.


Para fechar a palestra ela deixou duas frases: "A dor do outro é sempre válida" e "Valorizar a vida é um ato de amor". 


Brindes


Para fechar a noite, o Departamento de Saúde, em parceria com o comércio local realizou o sorteio de diversos brindes, e ofereceu aos participantes um coquetel.




 

Fonte: Assessoria de imprensa

Fechando a campanha de prevenção ao suicídio no Setembro Amarelo, o Departamento Municipal de Saúde de Maracajá, realizou na noite de quinta-feira, dia 23/09, uma palestra educativa com a psicóloga, Valéria Matos Andrade. A palestra aconteceu no Centro de Eventos Jerivás, anexo ao Parque Ecológico, e reuniu cerca de 100 pessoas.

A abertura do evento foi realizada pela primeira-dama, Claudete Rocha Brambila, segunda-dama, Gislane Gabriel Rocha, presidente do Legislativo, Matias José Matias, secretária de Administração e Finanças, Edilane Nicoleite, e a diretora de Saúde Michele Constantino Gonçalves.

Para a diretora de Saúde, a campanha Setembro Amarelo é de grande valia para a sociedade. “Além do conhecimento, a campanha tem como objetivo promover a conscientização e a reflexão sobre a valorização da vida. Com isso, as ações desenvolvidas durante todo o mês visam diminuir o preconceito em falar e debater sobre o suicídio, e também instiga as pessoas a olharem ao seu redor e identificar pessoas que precisam de ajuda”, disse.

Michele salientou ainda a importância de procurar ajuda profissional, onde o município disponibiliza de especialistas (psiquiatra e psicólogo).

Palestra

A psicóloga, Valéria Matos Andrade, abordou temas como: ações em favor a vida, onde enfatizou a importância das pessoas respeitarem seu tempo, evitarem se comparar ao outro, se cobrarem menos, e também procurarem ficar próximas de pessoas que ama, praticar atividade física ou algo que lhe dê prazer. Também detalhou alguns mitos e verdades de pessoas com pensamentos suicidas.

Saber identificar as pessoas que precisam de ajuda, também foi um dos assuntos levantados. Segundo Valéria, alguns sinais verbais e comportamentais podem ser identificados como: Expressar desejo de morte;  baixa autoestima; falta de esperança; expressar sentimento de aprisionamento; despedida, desistir dos compromissos diários; mudanças no sono ou hábitos alimentares; explorar métodos de como concretizar o ato; ignorar ações que proporcionam bem-estar, entre outros sinais.

A psicóloga também salientou a importância de pedir ajuda e de identificar aquelas pessoas que precisam de ajuda.  “Precisamos falar sobre saúde mental, hoje muitas pessoas sofrem de depressão ou algum transtorno, por isso é importante procurar ajuda, fazer o tratamento e voltar ao convívio social”, comentou.

Para fechar a palestra ela deixou duas frases: “A dor do outro é sempre válida” e “Valorizar a vida é um ato de amor”. 

Brindes

Para fechar a noite, o Departamento de Saúde, em parceria com o comércio local realizou o sorteio de diversos brindes, e ofereceu aos participantes um coquetel.

 

Fonte: Assessoria de imprensa

Compartilhe

Voltar às notícias