Nova tecnologia aumenta produção de empresa de ração em Praia Grande

Inaugurada em 2015 e com uma área total de 1,3 mil metros quadrados construídos em Praia Grande, a Indústria de Rações Dom Joaquim aumentou recentemente sua capacidade de produção, investindo em tecnologia e estruturando ainda mais o seu espaço. Além da construção de um pavilhão de 500 metros quadrados no final do ano passado, para aumentar a capacidade de armazenagem, recentemente a Cooperja, responsável pela marca, iniciou a instalação de um sistema de pré-moagem, que será dará aumento da produtividade da indústria em até 40%.

Segundo o gerente da unidade, Evandro Daniel, atendendo ao pedido de clientes e associados, foi instalado uma empacotadora automática para embalar rações de 5kg. “Também está sendo instalado uma máquina para fabricação de ração triturada para aves, processo realizado após a peletização. Agora a fábrica possui capacidade para produzir até 5 toneladas por hora de ração farelada”, explica.

Daniel conta que com a implantação total do sistema de pré-moagem, a capacidade aumenta para 7 toneladas por hora. Já a ração peletizada - que passa por um segundo processo, a produção será de 3,5 toneladas em uma hora, explica o gerente. Com isso, a produção das rações pode atingir até 600 toneladas por mês.

As Rações Dom Joaquim estão disponíveis para: aves, suínos, bovinos de corte e de leite, equinos, ovinos e coelhos. A venda é feita em toda rede de Lojas Agropecuárias da Cooperja e, através de representantes nos Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.

Inaugurada em 2015 e com uma área total de 1,3 mil metros quadrados construídos em Praia Grande, a Indústria de Rações Dom Joaquim aumentou recentemente sua capacidade de produção, investindo em tecnologia e estruturando ainda mais o seu espaço. Além da construção de um pavilhão de 500 metros quadrados no final do ano passado, para aumentar a capacidade de armazenagem, recentemente a Cooperja, responsável pela marca, iniciou a instalação de um sistema de pré-moagem, que será dará aumento da produtividade da indústria em até 40%.

Segundo o gerente da unidade, Evandro Daniel, atendendo ao pedido de clientes e associados, foi instalado uma empacotadora automática para embalar rações de 5kg. “Também está sendo instalado uma máquina para fabricação de ração triturada para aves, processo realizado após a peletização. Agora a fábrica possui capacidade para produzir até 5 toneladas por hora de ração farelada”, explica.

Daniel conta que com a implantação total do sistema de pré-moagem, a capacidade aumenta para 7 toneladas por hora. Já a ração peletizada – que passa por um segundo processo, a produção será de 3,5 toneladas em uma hora, explica o gerente. Com isso, a produção das rações pode atingir até 600 toneladas por mês.

As Rações Dom Joaquim estão disponíveis para: aves, suínos, bovinos de corte e de leite, equinos, ovinos e coelhos. A venda é feita em toda rede de Lojas Agropecuárias da Cooperja e, através de representantes nos Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.

Compartilhe

Voltar às notícias