Nono mês do Geração Solidária assegura R$ 10 mil

Casa da Fraternidade agradece todas as parcerias que ajudam a garantir cerca de 30% das despesas da instituição

Supermercados + Fornecedor + imprensa + comunidade resultam no projeto Geração Solidária da Casa da Fraternidade que em seu nono mês de realização gerou R$ 10 mil com a venda de 9.477 unidades da batata Slice e batata Kifritas nos mercados Big Bem, Giassi, Sete e Supermercado das Frutas. O produto do mês de dezembro será o Café Pilão 500g que será vendido a R$ 7,98 nas lojas do supermercado Giassi, Big Bem, Sete e Supermercado das Frutas.


O projeto Geração Solidária entra no 10º mês de campanha e o sentimento da administração e equipe da Casa é de gratidão e reconhecimento a todos que apóiam a causa. Em novembro mais R$ 10 mil serão recebidos por meio das vendas. “Isso representa muito para nós. Cerca de 30% das despesas da Casa. Segundo nosso tesoureiro Luis Carlos, a aplicação deste recurso está visivelmente exposto no trabalho realizado e na qualidade dos serviços prestados. Penso que estamos encerrando o ano com sentimento de vitória, com a esperança de que vamos entrar em 2020 com vários projetos em andamento e ainda com uma Campanha que dá sustentabilidade à manutenção dos trabalhos”, expõem a presidente da Casa da Fraternidade, Cátia Hahn.


Há o objetivo de ampliar esse valor nos próximos meses, mas esse montante já é de fundamental importância.


As empresas apoiadoras também estão felizes com o sucesso do Geração Solidária. O supermercadista Luiz Gonzaga da Rocha, do Big Bem, disse que as vendas do produto dobraram em relação ao ano anterior. O senhor Zefiro Giassi, do Giassi, enfatizou a importância de cada vez mais todos estarem unidos em prol desta causa tão nobre que é o bem das crianças. “Juntos podemos fazer muito em prol de nossa sociedade”, assinala.


A imprensa também é apoiadora fundamental para o desenvolvimento do projeto, pois hoje são 14 empresas que divulgam de forma contínua, fazendo que o público receba a informação do produto em promoção. Everaldo Silveira, do Jornal Enfoque Popular, acompanha a Casa da Fraternidade desde a década de 90 e está feliz com o sucesso do projeto.



Quer receber notícias pelo Whatsapp? Clique aqui

Supermercados + Fornecedor + imprensa + comunidade resultam no projeto Geração Solidária da Casa da Fraternidade que em seu nono mês de realização gerou R$ 10 mil com a venda de 9.477 unidades da batata Slice e batata Kifritas nos mercados Big Bem, Giassi, Sete e Supermercado das Frutas. O produto do mês de dezembro será o Café Pilão 500g que será vendido a R$ 7,98 nas lojas do supermercado Giassi, Big Bem, Sete e Supermercado das Frutas.

O projeto Geração Solidária entra no 10º mês de campanha e o sentimento da administração e equipe da Casa é de gratidão e reconhecimento a todos que apóiam a causa. Em novembro mais R$ 10 mil serão recebidos por meio das vendas. “Isso representa muito para nós. Cerca de 30% das despesas da Casa. Segundo nosso tesoureiro Luis Carlos, a aplicação deste recurso está visivelmente exposto no trabalho realizado e na qualidade dos serviços prestados. Penso que estamos encerrando o ano com sentimento de vitória, com a esperança de que vamos entrar em 2020 com vários projetos em andamento e ainda com uma Campanha que dá sustentabilidade à manutenção dos trabalhos”, expõem a presidente da Casa da Fraternidade, Cátia Hahn.

Há o objetivo de ampliar esse valor nos próximos meses, mas esse montante já é de fundamental importância.

As empresas apoiadoras também estão felizes com o sucesso do Geração Solidária. O supermercadista Luiz Gonzaga da Rocha, do Big Bem, disse que as vendas do produto dobraram em relação ao ano anterior. O senhor Zefiro Giassi, do Giassi, enfatizou a importância de cada vez mais todos estarem unidos em prol desta causa tão nobre que é o bem das crianças. “Juntos podemos fazer muito em prol de nossa sociedade”, assinala.

A imprensa também é apoiadora fundamental para o desenvolvimento do projeto, pois hoje são 14 empresas que divulgam de forma contínua, fazendo que o público receba a informação do produto em promoção. Everaldo Silveira, do Jornal Enfoque Popular, acompanha a Casa da Fraternidade desde a década de 90 e está feliz com o sucesso do projeto.

Quer receber notícias pelo Whatsapp? Clique aqui

Compartilhe

Voltar às notícias