Mulher é assassinada por ex-marido que depois comete suicídio

Antônio Carlos da Silva era policial militar da reserva remunerada

Um feminicídio foi registrado em Balneário Arroio do Silva na manhã desta quinta-feira, 10. Por volta das 7h30 da manhã, Maria de Fátima, 59 anos, foi morta a tiros por seu ex-marido, Antônio Carlos da Silva, 61 anos, que se suicidou logo após.

Antônio era policial militar da reserva remunerada. Ele e Maria foram casados por muitos anos, mas estavam separados. Na noite de quarta-feira, 9, Maria de Fátima se reuniu com alguns familiares para comemorar seu aniversário e Antônio estava presente.

Antônio acabou passando a noite na casa de Maria, mas dormiram separados. A vítima dormiu com a filha, de 30 anos, e ele em outro cômodo da casa.

Momento do crime

Durante amanhã desta quinta-feira, a filha do casal acordou com Antônio tentando sufocar a mãe em cima da cama. Ela tentou intervir no ataques do pai, mas Antônio conseguiu pegar a arma e efetuar quatro disparos no peito de Maria de Fátima que morreu na hora.

Após cometer o crime, Antônio atirou contra o próprio peito. A Policia Militar chegou a prestar socorro, mas ele não resistiu ao ferimento e acabou morrendo no local.

Segundo caso de feminicídio em menos de uma semana

Uma mulher de 42 anos foi morta a facadas na madrugada de segunda-feira, 7, no bairro Lagoão. O principal suspeito é seu companheiro que está foragido. Leia a matéria completa.

Com informações do Portal C1

Quer receber notícias pelo WhatsApp? Clique aqui

Um feminicídio foi registrado em Balneário Arroio do Silva na manhã desta quinta-feira, 10. Por volta das 7h30 da manhã, Maria de Fátima, 59 anos, foi morta a tiros por seu ex-marido, Antônio Carlos da Silva, 61 anos, que se suicidou logo após.

Antônio era policial militar da reserva remunerada. Ele e Maria foram casados por muitos anos, mas estavam separados. Na noite de quarta-feira, 9, Maria de Fátima se reuniu com alguns familiares para comemorar seu aniversário e Antônio estava presente.

Antônio acabou passando a noite na casa de Maria, mas dormiram separados. A vítima dormiu com a filha, de 30 anos, e ele em outro cômodo da casa.

Momento do crime

Durante amanhã desta quinta-feira, a filha do casal acordou com Antônio tentando sufocar a mãe em cima da cama. Ela tentou intervir no ataques do pai, mas Antônio conseguiu pegar a arma e efetuar quatro disparos no peito de Maria de Fátima que morreu na hora.

Após cometer o crime, Antônio atirou contra o próprio peito. A Policia Militar chegou a prestar socorro, mas ele não resistiu ao ferimento e acabou morrendo no local.

Segundo caso de feminicídio em menos de uma semana

Uma mulher de 42 anos foi morta a facadas na madrugada de segunda-feira, 7, no bairro Lagoão. O principal suspeito é seu companheiro que está foragido. Leia a matéria completa.

Com informações do Portal C1

Quer receber notícias pelo WhatsApp? Clique aqui

Compartilhe

Voltar às notícias