Moradores aguardam início da pavimentação asfáltica na avenida Lorena Luz Kretschmer

Ordem de serviço foi assinada há 4 semanas; Secretário garante que situação está dentro da normalidade

Por Dyessica Abadi

Os moradores do bairro Coloninha, em Araranguá, estão questionando quando as obras de pavimentação asfáltica da avenida Lorena Luz Kretschmer irão começar. A assinatura da ordem de serviço aconteceu há quatro semanas, no dia 27 de janeiro, e tem prazo de execução de cinco meses, finalizando no dia 27 de junho. Segundo o secretário de obras, viação e serviços urbanos de Araranguá, Alfredo Afrânio Ranconi, a situação está dentro da normalidade.

Em contato com o Portal W3, a moradora Aparecida Pereira conta que espera há 6 anos a pavimentação da avenida. "Até agora nada, estamos pagando IPTU como se fosse avenida, mas é só poeira e poeira. Precisam agilizar", relata. Apesar da demora, o secretário Afrânio garante que os trabalhos estão seguindo o cronograma de execução da obra.

"A obra tem cinco meses de prazo de execução, tenho certeza que a empresa executa dentro do prazo. Na sexta-feira [19/02] estive lá junto com o engenheiro que vai tocar a obra. A empresa já fez todo o levantamento topográfico, semana que vem é o prazo para eles começarem a parte de drenagem", adianta o secretário.

A empresa Setep Construções é a responsável pela obra de pavimentação asfáltica da avenida, incluindo a execução de drenagem pluvial, sinalização viária e serviços complementares. Além da avenida Lorena Luz Kretschmer, a construtora também é responsável pelas obras da ciclovia às margens da ARA-227 - Rodovia Valmiro Manoel Gonçalves, que liga o centro de Araranguá ao Balneário Morro dos Conventos.

"Depois da drenagem, já começa a execução do aterro e base [na Lorena Luz Kretschmer]. É a mesma empresa que está tocando a obra da ciclovia, que está em paralelo. Quando um equipamento não estiver trabalhando lá, trabalha na avenida", finaliza o secretário Afrânio.

De acordo com a Prefeitura de Araranguá, o valor das obras na Lorena Luz Kretschmer é de quase R$ 850 mil.

Quer receber notícias pelo WhatsApp? Clique aqui

Por Dyessica Abadi

Os moradores do bairro Coloninha, em Araranguá, estão questionando quando as obras de pavimentação asfáltica da avenida Lorena Luz Kretschmer irão começar. A assinatura da ordem de serviço aconteceu há quatro semanas, no dia 27 de janeiro, e tem prazo de execução de cinco meses, finalizando no dia 27 de junho. Segundo o secretário de obras, viação e serviços urbanos de Araranguá, Alfredo Afrânio Ranconi, a situação está dentro da normalidade.

Em contato com o Portal W3, a moradora Aparecida Pereira conta que espera há 6 anos a pavimentação da avenida. “Até agora nada, estamos pagando IPTU como se fosse avenida, mas é só poeira e poeira. Precisam agilizar”, relata. Apesar da demora, o secretário Afrânio garante que os trabalhos estão seguindo o cronograma de execução da obra.

“A obra tem cinco meses de prazo de execução, tenho certeza que a empresa executa dentro do prazo. Na sexta-feira [19/02] estive lá junto com o engenheiro que vai tocar a obra. A empresa já fez todo o levantamento topográfico, semana que vem é o prazo para eles começarem a parte de drenagem”, adianta o secretário.

A empresa Setep Construções é a responsável pela obra de pavimentação asfáltica da avenida, incluindo a execução de drenagem pluvial, sinalização viária e serviços complementares. Além da avenida Lorena Luz Kretschmer, a construtora também é responsável pelas obras da ciclovia às margens da ARA-227 – Rodovia Valmiro Manoel Gonçalves, que liga o centro de Araranguá ao Balneário Morro dos Conventos.

“Depois da drenagem, já começa a execução do aterro e base [na Lorena Luz Kretschmer]. É a mesma empresa que está tocando a obra da ciclovia, que está em paralelo. Quando um equipamento não estiver trabalhando lá, trabalha na avenida”, finaliza o secretário Afrânio.

De acordo com a Prefeitura de Araranguá, o valor das obras na Lorena Luz Kretschmer é de quase R$ 850 mil.

Quer receber notícias pelo WhatsApp? Clique aqui

Compartilhe

Voltar às notícias