“Menstruação sem Tabu”: vereadora destaca importância

A vereadora criciumense Giovana Mondardo (PCdoB) esteve no Programa On na W3 News nessa sexta-feira (16), falando sobre seu projeto “Menstruação sem Tabu”, aprovado por unanimidade na câmara de vereadores de Criciúma. A lei busca democratizar o acesso a absorventes por parte da população mais pobre, muitas vezes sem condições de adquirir o produto apropriado.

“A gente tá falando de quase 30% de jovens de 12 a 17 anos que não tem acesso nenhum a higiene. De 713 mil meninas e adolescentes que não tem acesso a um chuveiro.”, declarou a vereadora ao frisar a importância do projeto. “A gente precisa informar as pessoas, os homens, as mulheres e as pessoas que menstruam, no sentindo de desmistificar essa que é uma questão de saúde pública.”.

A vereadora, que é uma de três eleitas em Criciúma e a mais jovem em toda a cidade, fala sobre importância feminina na política, citando a parceira com outras mulheres na região, não apenas criciúma. “Uma cidade boa para as mulheres é uma cidade boa para todos. Então a gente quer que a nossa região seja assim.”, há expectativa que o projeto se expanda não apenas para a região de Criciúma, mas também para as cidades próximas.

Assista a entrevista na integra:

A vereadora criciumense Giovana Mondardo (PCdoB) esteve no Programa On na W3 News nessa sexta-feira (16), falando sobre seu projeto “Menstruação sem Tabu”, aprovado por unanimidade na câmara de vereadores de Criciúma. A lei busca democratizar o acesso a absorventes por parte da população mais pobre, muitas vezes sem condições de adquirir o produto apropriado.

“A gente tá falando de quase 30% de jovens de 12 a 17 anos que não tem acesso nenhum a higiene. De 713 mil meninas e adolescentes que não tem acesso a um chuveiro.”, declarou a vereadora ao frisar a importância do projeto. “A gente precisa informar as pessoas, os homens, as mulheres e as pessoas que menstruam, no sentindo de desmistificar essa que é uma questão de saúde pública.”.

A vereadora, que é uma de três eleitas em Criciúma e a mais jovem em toda a cidade, fala sobre importância feminina na política, citando a parceira com outras mulheres na região, não apenas criciúma. “Uma cidade boa para as mulheres é uma cidade boa para todos. Então a gente quer que a nossa região seja assim.”, há expectativa que o projeto se expanda não apenas para a região de Criciúma, mas também para as cidades próximas.

Assista a entrevista na integra:

Compartilhe

Voltar às notícias