Maracajá promove ações para qualificar trabalhadores desempregados

O curso é realizado pelo IFSC campus de Araranguá


O Programa Acessuas Trabalho de Maracajá agendou duas ações com objetivo de qualificar trabalhadores com idades entre 14 e 59 anos, que estejam desempregados, buscando o primeiro emprego ou nova oportunidade no mercado de trabalho.


As informações são da psicóloga Mariana Porto, coordenadora do programa, que ressalta a importância da necessidade permanente de capacitação dos trabalhadores para enfrentar um mercado de trabalho cada vez mais competitivo.


Em primeiro lugar, a psicóloga destaca a oportunidade aberta pelo Instituto Federal de Santa Catarina, campus de Araranguá, que está oferecendo, gratuitamente, curso para formar profissional de costura industrial.


O curso é presencial, uma vez por semana, das 18h30 às 22h30, entre agosto e dezembro, total de 60 horas/aula. As vagas são limitas e serão definidas por sorteio público. As inscrições estão abertas até 14 de julho, no site do IFSC.


"Estamos a disposição para auxiliar os moradores de Maracajá interessados em se inscrever e aos inscritos e sorteados, garantimos transporte gratuito para as aulas em Araranguá", ressalta a diretora do Departamento Municipal de Assistência e Bem Estar Social, Suelen Zandonadi.


Os interessados no curso de costura industrial podem ter mais informações no CRAS de Maracajá, onde também será realizada uma oficina em parceria com o Sebrae para informar e orientar as pessoas sobre as vantagens e exigências para ser um microempreendedor individual (MEI).


A oficina ocorrerá no dia 24 de julho, às 9h30, no CRAS, local em que os interessados em participar devem se inscrever, já que há limite de inscrições. "Ser microempreededor é fácil, mas é preciso saber se o produto é competitivo, se há mercado e uma série de dúvidas que o pessoal do Sebrae vai esclarecer", finaliza Suelen.

O Programa Acessuas Trabalho de Maracajá agendou duas ações com objetivo de qualificar trabalhadores com idades entre 14 e 59 anos, que estejam desempregados, buscando o primeiro emprego ou nova oportunidade no mercado de trabalho.

As informações são da psicóloga Mariana Porto, coordenadora do programa, que ressalta a importância da necessidade permanente de capacitação dos trabalhadores para enfrentar um mercado de trabalho cada vez mais competitivo.

Em primeiro lugar, a psicóloga destaca a oportunidade aberta pelo Instituto Federal de Santa Catarina, campus de Araranguá, que está oferecendo, gratuitamente, curso para formar profissional de costura industrial.

O curso é presencial, uma vez por semana, das 18h30 às 22h30, entre agosto e dezembro, total de 60 horas/aula. As vagas são limitas e serão definidas por sorteio público. As inscrições estão abertas até 14 de julho, no site do IFSC.

“Estamos a disposição para auxiliar os moradores de Maracajá interessados em se inscrever e aos inscritos e sorteados, garantimos transporte gratuito para as aulas em Araranguá”, ressalta a diretora do Departamento Municipal de Assistência e Bem Estar Social, Suelen Zandonadi.

Os interessados no curso de costura industrial podem ter mais informações no CRAS de Maracajá, onde também será realizada uma oficina em parceria com o Sebrae para informar e orientar as pessoas sobre as vantagens e exigências para ser um microempreendedor individual (MEI).

A oficina ocorrerá no dia 24 de julho, às 9h30, no CRAS, local em que os interessados em participar devem se inscrever, já que há limite de inscrições. “Ser microempreededor é fácil, mas é preciso saber se o produto é competitivo, se há mercado e uma série de dúvidas que o pessoal do Sebrae vai esclarecer”, finaliza Suelen.

Compartilhe

Voltar às notícias