Maracajá: confirmada a pavimentação da Rodovia José Jovelino Costa

O compromisso foi reafirmado pela direção da empresa Jazida Eckert junto com a administração municipal.

A direção da empresa Jazida Eckert e da administração municipal de Maracajá reafirmaram nesta terça-feira (8)compromisso de, em parceria, asfaltar os 2,4 quilômetros da Rodovia José Jovelino Costa, entre a localidade de Encruzo do Barro Vermelho e os limites entre Maracajá e Araranguá. A obra elimina o conflito entre aproximadamente 350 famílias, moradoras da região, e o transporte de areia de uma jazida no distrito de Hercílio Luz, em Araranguá, que passa por Maracajá para chegar à BR-101.


O compromisso foi reafirmado em encontro realizado no escritório da empresa, em Araranguá, com representantes das comunidades de Encruzo do Barro Vermelho, Espigão da Toca, vereadores Geraldo Leandro, presidente da Câmara, e Fabrício de Oliveira, técnicos da administração municipal, prefeito Arlindo Rocha e José Luiz Eckert. Uma audiência pública com as duas comunidades, inicialmente prevista para esta quarta-feira(9) foi adiada para o dia 16 de maio, para oficializar o compromisso entre as partes.


A obra, avaliada em mais de R$ 3 milhões, somente começará a ser executada depois de cumpridos os requisitos legais e consultas ao Tribunal de Contas do Estado e Ministério Público Estadual sobre as condições e formas da pactuação que integra um Termo de Ajustamento de Conduta firmado entre a administração municipal e a Jazida Eckert.

A direção da empresa Jazida Eckert e da administração municipal de Maracajá reafirmaram nesta terça-feira (8)compromisso de, em parceria, asfaltar os 2,4 quilômetros da Rodovia José Jovelino Costa, entre a localidade de Encruzo do Barro Vermelho e os limites entre Maracajá e Araranguá. A obra elimina o conflito entre aproximadamente 350 famílias, moradoras da região, e o transporte de areia de uma jazida no distrito de Hercílio Luz, em Araranguá, que passa por Maracajá para chegar à BR-101.

O compromisso foi reafirmado em encontro realizado no escritório da empresa, em Araranguá, com representantes das comunidades de Encruzo do Barro Vermelho, Espigão da Toca, vereadores Geraldo Leandro, presidente da Câmara, e Fabrício de Oliveira, técnicos da administração municipal, prefeito Arlindo Rocha e José Luiz Eckert. Uma audiência pública com as duas comunidades, inicialmente prevista para esta quarta-feira(9) foi adiada para o dia 16 de maio, para oficializar o compromisso entre as partes.

A obra, avaliada em mais de R$ 3 milhões, somente começará a ser executada depois de cumpridos os requisitos legais e consultas ao Tribunal de Contas do Estado e Ministério Público Estadual sobre as condições e formas da pactuação que integra um Termo de Ajustamento de Conduta firmado entre a administração municipal e a Jazida Eckert.

Compartilhe

Voltar às notícias