Maracajá abre campanha de vacinação contra gripe e reforça atenção à Febre Amarela

Meta inicial é imunizar 501 crianças de seis meses a menores de seis anos, 13 puérperas e 77 gestantes


Tendo superado 60% da meta de imunizar 5.112 pessoas contra a febre amarela, o Departamento Municipal de Saúde de Maracajá abre a Campanha de Vacinação contra a Influenza nesta quarta-feira, 10, com objetivo, inicial, de imunizar 501 crianças de seis meses a menores de seis anos, 13 puérperas que tiveram bebês nos últimos 45 dias e 77 gestantes.


"Os demais grupos como idosos, profissionais da saúde, professores e portadores de doenças crônicas, entre outros começam a ser vacinados a partir do dia 22", informa a responsável pelo Setor de Imunização, Silvana Bilésimo, explicando que a mudança é determinação do Ministério da Saúde com objetivo de acelerar a vacinação dos grupos considerados prioritários pela vulnerabilidade à gripe.



Apesar da nova campanha de vacinação, os técnicos do Departamento de Saúde permanecem em busca de cumprimento da meta da imunização da febre amarela. Nas últimas semanas a estrutura da sala de vacinação tem sido levada as maiores empresas da cidade. A iniciativa melhorou significativamente a cobertura no município, com vacinação de centenas de trabalhadores que não têm condições de ir ao Cemasas.


Uma nova investida para aproximar o município da meta estabelecida pelo Ministério da Saúde para a cobertura contra a febre amarela, será neste sábado, 13, a partir das 11h, no Parque Ecológico Maracajá. Onde ocorre a 13ª edição da Feijoada Solidária da Apae, informa o diretor do Departamento Municipal de Saúde, Diogo Copetti. O tradicional evento do calendário regional vai receber mais de 700 pessoas.



Tendo superado 60% da meta de imunizar 5.112 pessoas contra a febre amarela, o Departamento Municipal de Saúde de Maracajá abre a Campanha de Vacinação contra a Influenza nesta quarta-feira, 10, com objetivo, inicial, de imunizar 501 crianças de seis meses a menores de seis anos, 13 puérperas que tiveram bebês nos últimos 45 dias e 77 gestantes.

“Os demais grupos como idosos, profissionais da saúde, professores e portadores de doenças crônicas, entre outros começam a ser vacinados a partir do dia 22”, informa a responsável pelo Setor de Imunização, Silvana Bilésimo, explicando que a mudança é determinação do Ministério da Saúde com objetivo de acelerar a vacinação dos grupos considerados prioritários pela vulnerabilidade à gripe.

Apesar da nova campanha de vacinação, os técnicos do Departamento de Saúde permanecem em busca de cumprimento da meta da imunização da febre amarela. Nas últimas semanas a estrutura da sala de vacinação tem sido levada as maiores empresas da cidade. A iniciativa melhorou significativamente a cobertura no município, com vacinação de centenas de trabalhadores que não têm condições de ir ao Cemasas.

Uma nova investida para aproximar o município da meta estabelecida pelo Ministério da Saúde para a cobertura contra a febre amarela, será neste sábado, 13, a partir das 11h, no Parque Ecológico Maracajá. Onde ocorre a 13ª edição da Feijoada Solidária da Apae, informa o diretor do Departamento Municipal de Saúde, Diogo Copetti. O tradicional evento do calendário regional vai receber mais de 700 pessoas.

Compartilhe

Voltar às notícias