Lei Federal entra em vigor e proíbe exibição de pessoas detidas

Corporação não vai mais identificar criminosos e suspeitos por fotos, nomes ou iniciais

Na última sexta-feira, 3, passou a vigorar a Lei de Abuso de Autoridade, que estabelece novos parâmetros na divulgação de notícias policiais em todo o país. Ela prevê novas condutas e punições aos servidores públicos que durante o serviço não seguirem o que está preconizado nos dispositivos da Lei Nº 13.869, de 5 de setembro de 2019.

A orientação no âmbito interno é para que não sejam compartilhados ou divulgados vídeos e fotos de criminosos, infratores, investigados, indiciados, conduzidos, de qualquer espécie, ainda que estejam de costas ou mesmo quando não possam ser identificados.

 

Quer receber notícias pelo Whatsapp? Clique aqui

Na última sexta-feira, 3, passou a vigorar a Lei de Abuso de Autoridade, que estabelece novos parâmetros na divulgação de notícias policiais em todo o país. Ela prevê novas condutas e punições aos servidores públicos que durante o serviço não seguirem o que está preconizado nos dispositivos da Lei Nº 13.869, de 5 de setembro de 2019.

A orientação no âmbito interno é para que não sejam compartilhados ou divulgados vídeos e fotos de criminosos, infratores, investigados, indiciados, conduzidos, de qualquer espécie, ainda que estejam de costas ou mesmo quando não possam ser identificados.

 

Quer receber notícias pelo Whatsapp? Clique aqui

Compartilhe

Voltar às notícias