Hospital Unimed Araranguá deve ficar pronto até 2023

Hospital ficará às margens da BR-101 em frente a Contempla

No início deste mês, a Unimed anunciou a construção de um hospital em Araranguá. A cooperativa médica já atua no munícipio através do Centro Clínico há 3 anos, mas motivados pela precariedade dos serviços privados oferecidos aos araranguaenses, confirmaram a sua vinda até 2023.

Segundo o Diretor Operacional Unimed Araranguá, médico Eloir Ribeiro, a idealização para a construção do hospital vem de muito tempo, mas agora já tem data para sair do papel. “Já estamos cuidando dos alvarás e acredito que dentro de 6 meses as obras serão iniciadas. Nós temos o prazo de 2 anos para a conclusão. Entre o final de 2022 e início de 2023, o hospital já estará em funcionamento”, afirma.

Com uma estrutura de 3 mil metros quadrados, o hospital em Araranguá contará com três sala de cirurgias, sendo uma especializada em obstetrícia, 20 leitos de Internação cirúrgica, clínica e maternidade, 10 leitos para observação, ambulatório com quatro consultórios, laboratório e um centro de captação de imagens com Raio-X, Endoscopia Digestiva, Tomografia e Ultrassonografia. Após a conclusão da obra, Ribeiro estipula que a capacidade do hospital dobre. “A unidade de Araranguá é modular. Acredito que a demanda aqui vai ser muito grande e já cogitamos a construção de mais 3 mil metros quadrados assim que finalizada a primeira etapa”.

Um dos argumentos que mais obteve força para a construção do hospital em Araranguá, foi a ausência deste tipo de atendimento no município, é o que explica Ribeiro. “Araranguá possui um hospital regional com o atendimento 100% SUS, mas quem busca por um atendimento particular, como cesarianas e outras cirurgias, hoje tem que se deslocar para cidades vizinhas”.

O hospital ficará localizado às margens da antiga BR-101, em frente à Contempla. Segundo Ribeiro, o local foi escolhido estrategicamente para que atenda não só a população araranguaense, mas também toda a região da Amesc e os viajantes que utilizam a rodovia diariamente.

Quer receber notícias pelo Whatsapp? Clique aqui

No início deste mês, a Unimed anunciou a construção de um hospital em Araranguá. A cooperativa médica já atua no munícipio através do Centro Clínico há 3 anos, mas motivados pela precariedade dos serviços privados oferecidos aos araranguaenses, confirmaram a sua vinda até 2023.

Segundo o Diretor Operacional Unimed Araranguá, médico Eloir Ribeiro, a idealização para a construção do hospital vem de muito tempo, mas agora já tem data para sair do papel. “Já estamos cuidando dos alvarás e acredito que dentro de 6 meses as obras serão iniciadas. Nós temos o prazo de 2 anos para a conclusão. Entre o final de 2022 e início de 2023, o hospital já estará em funcionamento”, afirma.

Com uma estrutura de 3 mil metros quadrados, o hospital em Araranguá contará com três sala de cirurgias, sendo uma especializada em obstetrícia, 20 leitos de Internação cirúrgica, clínica e maternidade, 10 leitos para observação, ambulatório com quatro consultórios, laboratório e um centro de captação de imagens com Raio-X, Endoscopia Digestiva, Tomografia e Ultrassonografia. Após a conclusão da obra, Ribeiro estipula que a capacidade do hospital dobre. “A unidade de Araranguá é modular. Acredito que a demanda aqui vai ser muito grande e já cogitamos a construção de mais 3 mil metros quadrados assim que finalizada a primeira etapa”.

Um dos argumentos que mais obteve força para a construção do hospital em Araranguá, foi a ausência deste tipo de atendimento no município, é o que explica Ribeiro. “Araranguá possui um hospital regional com o atendimento 100% SUS, mas quem busca por um atendimento particular, como cesarianas e outras cirurgias, hoje tem que se deslocar para cidades vizinhas”.

O hospital ficará localizado às margens da antiga BR-101, em frente à Contempla. Segundo Ribeiro, o local foi escolhido estrategicamente para que atenda não só a população araranguaense, mas também toda a região da Amesc e os viajantes que utilizam a rodovia diariamente.

Quer receber notícias pelo Whatsapp? Clique aqui

Compartilhe

Voltar às notícias