Homem que estava desaparecido há 24 horas aparece na delegacia

Neste domingo, dia 25, não se falou em outra coisa nas redes sociais e em grupos de Whats, senão o desaparecimento de um homem que fazia uma corrida como Uber, em Araranguá.


Segundo relatos postados e divulgados, o homem de 39 anos havia saído para fazer uma corrida de Uber por volta das 22 horas de ontem, sábado dia 24 e desde então não havia sido mais visto. Ainda conforme o divulgado, o veículo que ele usava foi localizado abandonado no bairro Cidade Alta em Araranguá ainda na noite de ontem.


A família registrou um boletim de ocorrência e contou que encontrou o carro parado em via pública, na Avenida Sete de Setembro, no bairro Cidade Alta, em frente a um restaurante, sendo que com a chave reserva abriram o carro. Nada foi roubado.


Quando nossa equipe buscava informações sobre o caso, o “desaparecido” entrou na Central de Plantão Policial de Araranguá por volta das 21h57min deste domingo, quase 24 horas depois de seu desaparecimento. Ele estava sozinho e contou aos policiais que perdeu a memória e dormiu um sono profundo, após beber algo oferecido pelo casal que havia solicitado a corrida na noite de ontem.


Ainda de acordo com o “desaparecido”, ele havia acordado naquele instante, em um apartamento na Avenida Sete de Setembro.

Neste domingo, dia 25, não se falou em outra coisa nas redes sociais e em grupos de Whats, senão o desaparecimento de um homem que fazia uma corrida como Uber, em Araranguá.

Segundo relatos postados e divulgados, o homem de 39 anos havia saído para fazer uma corrida de Uber por volta das 22 horas de ontem, sábado dia 24 e desde então não havia sido mais visto. Ainda conforme o divulgado, o veículo que ele usava foi localizado abandonado no bairro Cidade Alta em Araranguá ainda na noite de ontem.

A família registrou um boletim de ocorrência e contou que encontrou o carro parado em via pública, na Avenida Sete de Setembro, no bairro Cidade Alta, em frente a um restaurante, sendo que com a chave reserva abriram o carro. Nada foi roubado.

Quando nossa equipe buscava informações sobre o caso, o “desaparecido” entrou na Central de Plantão Policial de Araranguá por volta das 21h57min deste domingo, quase 24 horas depois de seu desaparecimento. Ele estava sozinho e contou aos policiais que perdeu a memória e dormiu um sono profundo, após beber algo oferecido pelo casal que havia solicitado a corrida na noite de ontem.

Ainda de acordo com o “desaparecido”, ele havia acordado naquele instante, em um apartamento na Avenida Sete de Setembro.

Compartilhe

Voltar às notícias