Homem morre eletrocutado no Arroio do Silva

Segundo foi apurado, a vítima estava tentando ligar a energia quando recebeu a descarga elétrica.

Uma ocorrência registrada ao final da tarde de sexta-feira, 18, em uma casa de madeira, na Rua Manoel Gregório, Praia da Meta,  Balneário Arroio do Silva, mobilizou ambulâncias da Prefeitura e Corpo de Bombeiros, para atender uma pessoa que havia recebido um choque-elétrico. Ao chegar ao local, os socorristas constataram que o homem de 45 anos já estava em óbito e chamaram a Polícia Militar, Polícia Civil, IGP e Instituto Médico Legal para as devidas providências. Segundo foi apurado, a vítima estava tentando ligar a energia quando recebeu a descarga elétrica. A Celesc enviou uma equipe técnica ao local para fazer o desligamento da rede.

Mortes por choque-elétrico no Brasil

De acordo com o Anuário Estatístico de Acidentes de origem elétrica 2020 – ano base 2019  da Abracopel – Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade, mostra um aumento em todos os dados apurados. Desde 2013, a entidade organiza os dados de acidentes de origem elétrica criando um anuário único no país que mostra um cenário muito preocupante. Em 7 anos de levantamento de dados é possível afirmar que mais de 4.300 pessoas perderam suas vidas somente em acidentes envolvendo choque elétrico. As residências, a cada ano, vêm mostrando não ser o local que, historicamente, deveria ser considerado o mais seguro para uma família. Em 7 anos de levantamento estatístico, as moradias foram o cenário de 1403 mortes. (Fonte: Abracopel)

 

Uma ocorrência registrada ao final da tarde de sexta-feira, 18, em uma casa de madeira, na Rua Manoel Gregório, Praia da Meta,  Balneário Arroio do Silva, mobilizou ambulâncias da Prefeitura e Corpo de Bombeiros, para atender uma pessoa que havia recebido um choque-elétrico. Ao chegar ao local, os socorristas constataram que o homem de 45 anos já estava em óbito e chamaram a Polícia Militar, Polícia Civil, IGP e Instituto Médico Legal para as devidas providências. Segundo foi apurado, a vítima estava tentando ligar a energia quando recebeu a descarga elétrica. A Celesc enviou uma equipe técnica ao local para fazer o desligamento da rede.

Mortes por choque-elétrico no Brasil

De acordo com o Anuário Estatístico de Acidentes de origem elétrica 2020 – ano base 2019  da Abracopel – Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade, mostra um aumento em todos os dados apurados. Desde 2013, a entidade organiza os dados de acidentes de origem elétrica criando um anuário único no país que mostra um cenário muito preocupante. Em 7 anos de levantamento de dados é possível afirmar que mais de 4.300 pessoas perderam suas vidas somente em acidentes envolvendo choque elétrico. As residências, a cada ano, vêm mostrando não ser o local que, historicamente, deveria ser considerado o mais seguro para uma família. Em 7 anos de levantamento estatístico, as moradias foram o cenário de 1403 mortes. (Fonte: Abracopel)

 

Compartilhe

Voltar às notícias