Homem esfaqueia mulher em supermercado em Criciúma

Imagens internas de segurança mostram o momento do ataque

Na tarde desta quarta, 31, um homem adentrou um supermercado no centro de Criciúma e esfaqueou a sua suposta ex-companheira que trabalhava no local.

Imagens internas de segurança mostram com clareza os fatos. Ele chegou vestido com trajes típicos dos árabes e atacou a mulher, que por sorte, sofreu lesões leves. Populares tentaram contê-lo. O áudio do vídeo mostra a mulher lhe chamando de Claudio e pedindo que ele parasse com a ação.

Há informações extra-oficiais de que já tenha histórico de violência contra outra ex-companheira. Ele foi preso em flagrante, encaminhado para a delegacia e possivelmente responderá por tentativa de feminicidio. A arma do crime foi apreendida e a imagem divulgada.

Também há informações de que o autor seria um homem que disputou as últimas eleições municipais como vereador, naquele município.

O vídeo com as cenas do crime foram compartilhadas por diversos grupos de WhatsApp:

[video width="1280" height="720" mp4="https://portalw3.com.br/wp-content/uploads/2021/03/Novo-projeto.mp4"][/video]

 Quer receber notícias pelo WhatsApp? Clique aqui

Na tarde desta quarta, 31, um homem adentrou um supermercado no centro de Criciúma e esfaqueou a sua suposta ex-companheira que trabalhava no local.

Imagens internas de segurança mostram com clareza os fatos. Ele chegou vestido com trajes típicos dos árabes e atacou a mulher, que por sorte, sofreu lesões leves. Populares tentaram contê-lo. O áudio do vídeo mostra a mulher lhe chamando de Claudio e pedindo que ele parasse com a ação.

Há informações extra-oficiais de que já tenha histórico de violência contra outra ex-companheira. Ele foi preso em flagrante, encaminhado para a delegacia e possivelmente responderá por tentativa de feminicidio. A arma do crime foi apreendida e a imagem divulgada.

Também há informações de que o autor seria um homem que disputou as últimas eleições municipais como vereador, naquele município.

O vídeo com as cenas do crime foram compartilhadas por diversos grupos de WhatsApp:

 Quer receber notícias pelo WhatsApp? Clique aqui

Compartilhe

Voltar às notícias