Homem atropela e mata mulher após discussão por causa de festa na vizinhança

Lúcia Miguel da Silva, de 59 anos, foi arrastada por cerca de 20 metros; Ela teria pedido para homem retirar carro da frente da garagem do seu imóvel

Lúcia Miguel da Silva, de 59 anos, morreu ao ser atropelada e arrastada após uma discussão em Laguna, no Sul de Santa Catarina, nesta sexta-feira Santa, 02. Ela teria pedido ao motorista que retirasse o veículo da frente da sua garagem e, após uma discussão, o homem a atingiu propositalmente, arrastando-a por cerca de 20 metros.


O crime aconteceu por volta das 15h45min na Estrada Geral da Barranceira, segundo os autos da Polícia Militar. Familiares relataram que Lúcia pediu ao suspeito para ele retirar o automóvel que estava em frente à garagem do imóvel dela. O homem estava com o som alto e realizando uma festa no local. Ele não gostou do pedido e xingou a vítima. Neste momento, iniciou-se um bate-boca com o marido de Lúcia.


Na sequência, o suspeito deu ré no carro e atropelou a moradora, que ficou presa às ferragens e foi arrastada por cerca de 20 metros, conforme os socorristas. Quando eles chegaram no local, ela já estava sem vida, mas foi levada ao hospital enquanto o trabalho de reanimação era feito. Porém, com diversas lesões internas, ela não resistiu aos ferimentos.


O autor do crime deixou o local. Na manhã deste sábado, 03, ele se apresentou à Polícia Civil, que irá abrir um inquérito policial para investigar o caso.


Fonte: NSC Total


Quer receber notícias pelo WhatsApp? Clique aqui

Lúcia Miguel da Silva, de 59 anos, morreu ao ser atropelada e arrastada após uma discussão em Laguna, no Sul de Santa Catarina, nesta sexta-feira Santa, 02. Ela teria pedido ao motorista que retirasse o veículo da frente da sua garagem e, após uma discussão, o homem a atingiu propositalmente, arrastando-a por cerca de 20 metros.

O crime aconteceu por volta das 15h45min na Estrada Geral da Barranceira, segundo os autos da Polícia Militar. Familiares relataram que Lúcia pediu ao suspeito para ele retirar o automóvel que estava em frente à garagem do imóvel dela. O homem estava com o som alto e realizando uma festa no local. Ele não gostou do pedido e xingou a vítima. Neste momento, iniciou-se um bate-boca com o marido de Lúcia.

Na sequência, o suspeito deu ré no carro e atropelou a moradora, que ficou presa às ferragens e foi arrastada por cerca de 20 metros, conforme os socorristas. Quando eles chegaram no local, ela já estava sem vida, mas foi levada ao hospital enquanto o trabalho de reanimação era feito. Porém, com diversas lesões internas, ela não resistiu aos ferimentos.

O autor do crime deixou o local. Na manhã deste sábado, 03, ele se apresentou à Polícia Civil, que irá abrir um inquérito policial para investigar o caso.

Fonte: NSC Total

Quer receber notícias pelo WhatsApp? Clique aqui

Compartilhe

Voltar às notícias