Família procura por mulher desaparecida

Boletim de ocorrência foi registrado neste sábado

Célia que mora com o filho adolescente na casa da mãe, na Rua Dona Izabel, no Loteamento Mangueirinha, em Balneário Arroio do Silva, foi vilta pela última vez, na manhã de segunda-feira, dia 29 de outubro. De acordo com dona Maria, a filha saiu de casa por volta das 10 horas daquele dia, para ir até a casa da irmã, onde cuida das crianças dela, entretanto, quando o cunhado chegou em casa por volta das 18 horas, Célia não estava lá.


Ainda segundo a mãe, a filha nunca deixou de avisar onde estava e saiu sem os documentos e com a roupa do corpo. “Fiquei esperando ela entrar em contato como sempre fazia, mas dessa vez, isso não aconteceu. Desde a última segunda-feira ela não visualiza o WhatsApp e o celular está desligado”, comentou a mãe, afirmando que não faz ideia o que possa ter acontecido e que como, a delegacia do Arroio está interditada, ela não teve condições de se deslocar no início da semana para Araranguá.


O Boletim de Ocorrência de desaparecimento foi registrado no início da tarde deste sábado, dia 03, na CPP de Araranguá. Caso alguém tenha alguma informação que leve ao paradeiro de Célia, pode entrar em contato com a Central de Plantão Policial de Araranguá através do telefone (48) 3529 0144 ou 181.

Célia que mora com o filho adolescente na casa da mãe, na Rua Dona Izabel, no Loteamento Mangueirinha, em Balneário Arroio do Silva, foi vilta pela última vez, na manhã de segunda-feira, dia 29 de outubro. De acordo com dona Maria, a filha saiu de casa por volta das 10 horas daquele dia, para ir até a casa da irmã, onde cuida das crianças dela, entretanto, quando o cunhado chegou em casa por volta das 18 horas, Célia não estava lá.

Ainda segundo a mãe, a filha nunca deixou de avisar onde estava e saiu sem os documentos e com a roupa do corpo. “Fiquei esperando ela entrar em contato como sempre fazia, mas dessa vez, isso não aconteceu. Desde a última segunda-feira ela não visualiza o WhatsApp e o celular está desligado”, comentou a mãe, afirmando que não faz ideia o que possa ter acontecido e que como, a delegacia do Arroio está interditada, ela não teve condições de se deslocar no início da semana para Araranguá.

O Boletim de Ocorrência de desaparecimento foi registrado no início da tarde deste sábado, dia 03, na CPP de Araranguá. Caso alguém tenha alguma informação que leve ao paradeiro de Célia, pode entrar em contato com a Central de Plantão Policial de Araranguá através do telefone (48) 3529 0144 ou 181.

Compartilhe

Voltar às notícias