Equipamentos para mais 10 leitos de UTI do Hospital Regional chegam hoje

União de esforços de lideranças do Sul garante novos leitos. Anúncio foi feito ontem

Graças a um esforço conjunto do deputado Zé Milton, da AMESC (Associação dos Municípios do Extremo Sul Catarinense) e do secretário de Estado da Saúde André Motta, foram disponibilizados 10 novos leitos de unidade de terapia intensiva (UTI) ao Hospital Regional de Araranguá, na tarde de segunda, 27.

O anuncio foi feito durante a reunião organizada pelo deputado Zé Milton entre os envolvidos. Foram apresentados os números da região, que atingiu segundo responsáveis técnicos do Hospital, a ocupação de 100% dos leitos covid e 50% dos leitos do setor de infectologia. Desta forma o Hospital Regional de Araranguá terá 20 leitos UTI para atendimento covid e 10 leitos UTI para os demais atendimentos.

Segundo André Motta, nesta terça-feira, 28 já serão entregues os equipamentos da UTI ao hospital. “Encaminharemos 10 monitores e 10 respiradores. O que não podemos é deixar a comunidade sem atendimento”, defendeu o secretário.

“Estamos unindo esforços para assegurar o atendimento a população. Até o momento não faltou leitos de UTI para pacientes e precisamos garantir que continue assim. Conseguimos mais estes dez leitos, que irá auxiliar a nossa região a enfrentar essa pandemia. Vamos continuar acompanhando e com ações para manter a nossa saúde em pleno funcionamento”, comentou Zé Milton.

O presidente da AMESC, prefeito de Balneário Gaivota, Ronaldo Pereira da Silva, agradece ao deputado Zé Milton por conseguir a reunião com o secretário de forma urgente e intermediar o pedido dos leitos. “Uma de nossas preocupações foi com a chegada da totalidade de uso dos leitos de UTI covid. Desta forma damos mais segurança para nossa população. Agradecemos ao Zé e o secretário por nos dar este aceno positivo de forma tão breve”, falou Ronaldo.

Na última semana o Extremo Sul foi enquadrado como região de risco gravíssimo. O número de casos aumentou bastante e o hospital chegou em sua capacidade máxima de atendimento na UTI diante dos casos de covid-19. Diante do quadro, entre as medidas, os gestores municipais buscaram entrar em contato com o governo do estado para ampliação dos leitos de UTI. Ronaldo observa que o secretário de Saúde pontuou a importância de evitar que as pessoas cheguem a necessitar de UTI, e que para isso, é preciso trabalhar prevenção e isolamento. “A AMESC está organizando uma campanha conjunta preventiva. Precisamos que as pessoas nos ajudem neste momento tão complexo. Teremos mais leitos, mas precisamos evitar chegar novamente na totalidade de seu uso”, pontua.

Também estavam presentes na reunião virtual o prefeito de Araranguá, Mariano Mazzuco, secretária de Saúde, Evelin Elias, Dr. Rafael Cassiano Bonfada, coordenador do CER AMESC, Caio Barpp, e demais lideranças da Amesc

Graças a um esforço conjunto do deputado Zé Milton, da AMESC (Associação dos Municípios do Extremo Sul Catarinense) e do secretário de Estado da Saúde André Motta, foram disponibilizados 10 novos leitos de unidade de terapia intensiva (UTI) ao Hospital Regional de Araranguá, na tarde de segunda, 27.

O anuncio foi feito durante a reunião organizada pelo deputado Zé Milton entre os envolvidos. Foram apresentados os números da região, que atingiu segundo responsáveis técnicos do Hospital, a ocupação de 100% dos leitos covid e 50% dos leitos do setor de infectologia. Desta forma o Hospital Regional de Araranguá terá 20 leitos UTI para atendimento covid e 10 leitos UTI para os demais atendimentos.

Segundo André Motta, nesta terça-feira, 28 já serão entregues os equipamentos da UTI ao hospital. “Encaminharemos 10 monitores e 10 respiradores. O que não podemos é deixar a comunidade sem atendimento”, defendeu o secretário.

“Estamos unindo esforços para assegurar o atendimento a população. Até o momento não faltou leitos de UTI para pacientes e precisamos garantir que continue assim. Conseguimos mais estes dez leitos, que irá auxiliar a nossa região a enfrentar essa pandemia. Vamos continuar acompanhando e com ações para manter a nossa saúde em pleno funcionamento”, comentou Zé Milton.

O presidente da AMESC, prefeito de Balneário Gaivota, Ronaldo Pereira da Silva, agradece ao deputado Zé Milton por conseguir a reunião com o secretário de forma urgente e intermediar o pedido dos leitos. “Uma de nossas preocupações foi com a chegada da totalidade de uso dos leitos de UTI covid. Desta forma damos mais segurança para nossa população. Agradecemos ao Zé e o secretário por nos dar este aceno positivo de forma tão breve”, falou Ronaldo.

Na última semana o Extremo Sul foi enquadrado como região de risco gravíssimo. O número de casos aumentou bastante e o hospital chegou em sua capacidade máxima de atendimento na UTI diante dos casos de covid-19. Diante do quadro, entre as medidas, os gestores municipais buscaram entrar em contato com o governo do estado para ampliação dos leitos de UTI. Ronaldo observa que o secretário de Saúde pontuou a importância de evitar que as pessoas cheguem a necessitar de UTI, e que para isso, é preciso trabalhar prevenção e isolamento. “A AMESC está organizando uma campanha conjunta preventiva. Precisamos que as pessoas nos ajudem neste momento tão complexo. Teremos mais leitos, mas precisamos evitar chegar novamente na totalidade de seu uso”, pontua.

Também estavam presentes na reunião virtual o prefeito de Araranguá, Mariano Mazzuco, secretária de Saúde, Evelin Elias, Dr. Rafael Cassiano Bonfada, coordenador do CER AMESC, Caio Barpp, e demais lideranças da Amesc

Compartilhe

Voltar às notícias