Em nota, secretário de Saúde de SC afirma: “estamos entrando em colapso”

Mensagem foi enviada aos prefeitos municipais para que adotem medidas mais restritivas

Por Dyessica Abadi

Nesta quinta-feira, 25, o secretário de Saúde de Santa Catarina, André Motta Ribeiro, enviou uma mensagem aos prefeitos municipais para que adotem medidas emergenciais contra Covid-19. “Preciso informar a todos que a situação da pandemia deteriorou no estado todo e, a exemplo do que acontece nas regiões mais a Oeste, estamos entrando em colapso”, afirmou na nota enviada pelas redes sociais.

Mesmo após a publicação das medidas restritivas anunciadas pelo governo na quarta-feira, 24, o secretário ainda pede aos prefeitos que diminuam "significativamente a circulação das pessoas". Nesta quinta-feira, 25, há apenas 30 leitos disponíveis em todo o território catarinense para tratamento de infectados por covid-19. Mais de 100 pessoas aguardam por um leito de UTI em todo o estado.

Confira a nota na íntegra:

Preciso informar a todos que a situação da pandemia deteriorou no Estado todo e, a exemplo do que acontece nas regiões mais a oeste, estamos entrando em colapso!

Todos os esforços de Estado e municípios, até então, são insuficientes em face à brutalidade da doença. Infelizmente, percebesse fenômeno similar no resto do país. Solicito aos gestores municipais que tomem medidas emergenciais para diminuir significativamente a circulação das pessoas, mantendo apenas serviços essenciais e que convoquem toda a força de trabalho da Saúde para o enfrentamento.

Estamos mobilizados para fazer todo o possível para diminuir sofrimentos impostos às pessoas, mas a força e gravidade deste momento estão suplantando o resultado das nossas ações.

André Motta Ribeiro
Secretário de Estado da Saúde de SC.


Quer receber notícias pelo WhatsApp? Clique aqui

Por Dyessica Abadi

Nesta quinta-feira, 25, o secretário de Saúde de Santa Catarina, André Motta Ribeiro, enviou uma mensagem aos prefeitos municipais para que adotem medidas emergenciais contra Covid-19. “Preciso informar a todos que a situação da pandemia deteriorou no estado todo e, a exemplo do que acontece nas regiões mais a Oeste, estamos entrando em colapso”, afirmou na nota enviada pelas redes sociais.

Mesmo após a publicação das medidas restritivas anunciadas pelo governo na quarta-feira, 24, o secretário ainda pede aos prefeitos que diminuam “significativamente a circulação das pessoas”. Nesta quinta-feira, 25, há apenas 30 leitos disponíveis em todo o território catarinense para tratamento de infectados por covid-19. Mais de 100 pessoas aguardam por um leito de UTI em todo o estado.

Confira a nota na íntegra:

Preciso informar a todos que a situação da pandemia deteriorou no Estado todo e, a exemplo do que acontece nas regiões mais a oeste, estamos entrando em colapso!

Todos os esforços de Estado e municípios, até então, são insuficientes em face à brutalidade da doença. Infelizmente, percebesse fenômeno similar no resto do país. Solicito aos gestores municipais que tomem medidas emergenciais para diminuir significativamente a circulação das pessoas, mantendo apenas serviços essenciais e que convoquem toda a força de trabalho da Saúde para o enfrentamento.

Estamos mobilizados para fazer todo o possível para diminuir sofrimentos impostos às pessoas, mas a força e gravidade deste momento estão suplantando o resultado das nossas ações.

André Motta Ribeiro
Secretário de Estado da Saúde de SC.

Quer receber notícias pelo WhatsApp? Clique aqui

Compartilhe

Voltar às notícias