Em meio à investigação, Secretário da Saúde de SC pede exoneração e deixa cargo

Saída foi confirmada por nota oficial na noite de ontem, 30; Inquérito foi instaurado nesta semana para investigar compra de respiradores

Por Dyessica Abadi

O secretário da Saúde de Santa Catarina, Helton Zeferino, pediu exoneração do cargo e deixou a pasta na noite da última quinta-feira, 30. A saída do secretário ocorre em meio à investigações para apurar a compra de respiradores fantasmas pelo Governo do Estado. A informação da saída foi divulgada em nota oficial.

Na última terça-feira, 28, o The Intercept Brasil, publicou uma reportagem investigativa que denunciava a compra de 200 respiradores pelo Governo de Santa Catarina — no valor total de R$ 33 milhões. Os produtos que deveriam ter sido entregues em abril, nunca chegaram às 48 unidades de saúde do estado. Essa e outras irregularidades são denunciadas pela matéria.

Zeferino esteve presente na transmissão ao vivo do governador Carlos Moisés na última quarta-feira, 29, na qual negava a suspensão da compra do material. Ontem, 30, o ex-secretário também participou do pronunciamento sobre os números do Coronavírus em Santa Catarina. Desde o início da epidemia no estado, Zeferino esteve com o governador em todas as coletivas de imprensa.

De acordo com a administração estadual, o nome do próximo secretário será anunciado em breve.

Por Dyessica Abadi

O secretário da Saúde de Santa Catarina, Helton Zeferino, pediu exoneração do cargo e deixou a pasta na noite da última quinta-feira, 30. A saída do secretário ocorre em meio à investigações para apurar a compra de respiradores fantasmas pelo Governo do Estado. A informação da saída foi divulgada em nota oficial.

Na última terça-feira, 28, o The Intercept Brasil, publicou uma reportagem investigativa que denunciava a compra de 200 respiradores pelo Governo de Santa Catarina — no valor total de R$ 33 milhões. Os produtos que deveriam ter sido entregues em abril, nunca chegaram às 48 unidades de saúde do estado. Essa e outras irregularidades são denunciadas pela matéria.

Zeferino esteve presente na transmissão ao vivo do governador Carlos Moisés na última quarta-feira, 29, na qual negava a suspensão da compra do material. Ontem, 30, o ex-secretário também participou do pronunciamento sobre os números do Coronavírus em Santa Catarina. Desde o início da epidemia no estado, Zeferino esteve com o governador em todas as coletivas de imprensa.

De acordo com a administração estadual, o nome do próximo secretário será anunciado em breve.

Compartilhe

Voltar às notícias