Em Criciúma fiscalização em bares e restaurantes volta a ser redobrada para conter aglomerações

Secretários de saúde avaliam situação da Covid-19 e determinam medidas na Amesc e Amrec

A situação passa a ser avaliada constantemente pelos secretários de saúde municipais com relação as medidas a serem tomadas para conter aglomerações diante do aumento dos casos de Covid-19 no Sul Catarinense. Na Amesc a informação de que nesta semana o comitê de saúde se reunirá virtualmente para analisar a situação e definir quais medidas a serem tomadas.

Já na Amrec, uma reunião na terça, 24, serviu para os secretários de saúde dos 12 municípios que compõe a Comissão Intergestores Regional de Saúde (CIR-Carbonífera) determinar que os atendimentos médicos e odontológicos nas Unidades de Saúde municipais atendam prioritariamente os pacientes de urgência, pré-natal e síndrome gripal. A medida começa a valer a partir de quinta-feira, dia 26 novembro, até o dia 10 de dezembro.

Segundo coordenadora da CIR-Carbonífera e secretaria de saúde de Nova Veneza, Maristela Vitali Cunico, a ação é necessária devido aos altos números de contágio e casos ativos de COVID-19 na região. “Exames de rotina e outras questões que podem esperar, pedimos a população que realmente tenham o maior cuidado e evitem se deslocar as unidades de saúde neste momento”, orienta. Maristela ainda chama atenção para os sintomas de coronavírus, que devem ter a procura precoce de ajuda médica para que sejam tratados adequados.

Outro aspecto levantando foi com relação a intensificação das fiscalizações. “Vamos intensificar, em conjunto com outros órgãos o cumprimento das medidas de segurança em bares, restaurantes, lanchonetes, PUBs, eventos e igrejas. Precisamos redobrar os cuidados para manter a segurança” reforçou Maristela.

A situação passa a ser avaliada constantemente pelos secretários de saúde municipais com relação as medidas a serem tomadas para conter aglomerações diante do aumento dos casos de Covid-19 no Sul Catarinense. Na Amesc a informação de que nesta semana o comitê de saúde se reunirá virtualmente para analisar a situação e definir quais medidas a serem tomadas.

Já na Amrec, uma reunião na terça, 24, serviu para os secretários de saúde dos 12 municípios que compõe a Comissão Intergestores Regional de Saúde (CIR-Carbonífera) determinar que os atendimentos médicos e odontológicos nas Unidades de Saúde municipais atendam prioritariamente os pacientes de urgência, pré-natal e síndrome gripal. A medida começa a valer a partir de quinta-feira, dia 26 novembro, até o dia 10 de dezembro.

Segundo coordenadora da CIR-Carbonífera e secretaria de saúde de Nova Veneza, Maristela Vitali Cunico, a ação é necessária devido aos altos números de contágio e casos ativos de COVID-19 na região. “Exames de rotina e outras questões que podem esperar, pedimos a população que realmente tenham o maior cuidado e evitem se deslocar as unidades de saúde neste momento”, orienta. Maristela ainda chama atenção para os sintomas de coronavírus, que devem ter a procura precoce de ajuda médica para que sejam tratados adequados.

Outro aspecto levantando foi com relação a intensificação das fiscalizações. “Vamos intensificar, em conjunto com outros órgãos o cumprimento das medidas de segurança em bares, restaurantes, lanchonetes, PUBs, eventos e igrejas. Precisamos redobrar os cuidados para manter a segurança” reforçou Maristela.

Compartilhe

Voltar às notícias