Diocese de Criciúma ganhará mais um padre

Diácono Samuel se prepara para abraçar o sacerdócio no próximo dia 30.

O último sábado de junho será marcante na vida do Diácono Samuel Colombo Pirola, 29 anos de idade. Às 15 horas do dia 30, na igreja matriz Santo Agostinho, em Rio Maina, Samuel será ordenado padre pela imposição das mãos do Bispo da Diocese de Criciúma, Dom Jacinto Inacio Flach. Na presença de seus pais, Zuleide e Augusto, e de seus irmãos, Luciano e Fernando, o vocacionado da comunidade Nossa Senhora Aparecida, do bairro Vila Floresta, assumirá seu sim à vocação sacerdotal com lema inspirado no livro de Jeremias (1,5): “Antes que te formasse no ventre eu te consagrei”.


Diocese de Criciúma ganhará mais um padre-0

“Escolhi este lema, pois, desde que comecei a responder o meu sim a Deus, é como se estivesse sendo chamado desde o ventre de minha mãe. E quando o Senhor nos chama, não há como fugir e nem voltar atrás. Ser chamado desde o ventre implica em seguir em frente, sem olhar para trás, agindo, em tudo, com amor e a serviço dos que mais necessitam. Essa passagem sempre guiou minha vocação e minha caminhada de quase nove anos dentro do seminário. E será minha referência para o resto de minha vida”, pontua o candidato ao ministério presbiteral.


O Diácono Samuel, que também teve sua vocação alimentada no movimento de Renovação Carismática Católica da Diocese de Criciúma, hoje está a serviço da Paróquia Santa Terezinha do Menino Jesus, em Jacinto Machado. “O diácono é aquele que se coloca a serviço e busca estar sempre disposto a levar a Palavra de Deus aos mais necessitados, levar conforto aos doentes, atender o povo em suas necessidades espirituais e temporais, através da oração e da caridade. Busquei, nesses meses de diácono, ‘em tudo, amar e servir’, como dizia meu lema de ordenação diaconal e, quando se faz tudo com amor e com disposição em servir, a missão é muito gratificante. Busquei viver intensamente esses meses e os vivi com alegria para maior auxílio do povo de Deus da Paróquia Santa Terezinha”, declara.


Diocese de Criciúma ganhará mais um padre-1

Depois de tanto tempo de estudos e experiências pastorais em diversas comunidades, o diácono deseja tornar-se um padre que se assemelhe ao Coração Misericordioso de Jesus. “Um padre que busque, na humildade e na simplicidade, amar e servir o povo, seja onde for; que esteja disposto à missão e que se compadeça com aqueles que mais necessitam. Quero levar a Eucaristia e a misericórdia do Senhor, principalmente através dos sacramentos, em especial o da Reconciliação, por onde Ele me enviar. Quero ser um padre que preserve o bem maior da humanidade e que valorize as famílias, bem como os valores morais, muitas vezes esquecidos no nosso dia a dia, não esquecendo jamais de onde vim, sabendo que minhas raízes e origem permanecem vivas dentro de mim. Enfim, quero ser um padre companheiro, ativo dentro do povo, que, ao mesmo tempo, trabalhe junto a ele, seja amigo na caminhada paroquial e, acima de tudo, um propagador do Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo, um padre que seja sal da terra e luz do mundo, independente de onde for enviado. Um padre que ama a Deus e o povo que me será confiado”.


Diocese de Criciúma ganhará mais um padre-2

O último sábado de junho será marcante na vida do Diácono Samuel Colombo Pirola, 29 anos de idade. Às 15 horas do dia 30, na igreja matriz Santo Agostinho, em Rio Maina, Samuel será ordenado padre pela imposição das mãos do Bispo da Diocese de Criciúma, Dom Jacinto Inacio Flach. Na presença de seus pais, Zuleide e Augusto, e de seus irmãos, Luciano e Fernando, o vocacionado da comunidade Nossa Senhora Aparecida, do bairro Vila Floresta, assumirá seu sim à vocação sacerdotal com lema inspirado no livro de Jeremias (1,5): “Antes que te formasse no ventre eu te consagrei”.

Diocese de Criciúma ganhará mais um padre-0

“Escolhi este lema, pois, desde que comecei a responder o meu sim a Deus, é como se estivesse sendo chamado desde o ventre de minha mãe. E quando o Senhor nos chama, não há como fugir e nem voltar atrás. Ser chamado desde o ventre implica em seguir em frente, sem olhar para trás, agindo, em tudo, com amor e a serviço dos que mais necessitam. Essa passagem sempre guiou minha vocação e minha caminhada de quase nove anos dentro do seminário. E será minha referência para o resto de minha vida”, pontua o candidato ao ministério presbiteral.

O Diácono Samuel, que também teve sua vocação alimentada no movimento de Renovação Carismática Católica da Diocese de Criciúma, hoje está a serviço da Paróquia Santa Terezinha do Menino Jesus, em Jacinto Machado. “O diácono é aquele que se coloca a serviço e busca estar sempre disposto a levar a Palavra de Deus aos mais necessitados, levar conforto aos doentes, atender o povo em suas necessidades espirituais e temporais, através da oração e da caridade. Busquei, nesses meses de diácono, ‘em tudo, amar e servir’, como dizia meu lema de ordenação diaconal e, quando se faz tudo com amor e com disposição em servir, a missão é muito gratificante. Busquei viver intensamente esses meses e os vivi com alegria para maior auxílio do povo de Deus da Paróquia Santa Terezinha”, declara.

Diocese de Criciúma ganhará mais um padre-1

Depois de tanto tempo de estudos e experiências pastorais em diversas comunidades, o diácono deseja tornar-se um padre que se assemelhe ao Coração Misericordioso de Jesus. “Um padre que busque, na humildade e na simplicidade, amar e servir o povo, seja onde for; que esteja disposto à missão e que se compadeça com aqueles que mais necessitam. Quero levar a Eucaristia e a misericórdia do Senhor, principalmente através dos sacramentos, em especial o da Reconciliação, por onde Ele me enviar. Quero ser um padre que preserve o bem maior da humanidade e que valorize as famílias, bem como os valores morais, muitas vezes esquecidos no nosso dia a dia, não esquecendo jamais de onde vim, sabendo que minhas raízes e origem permanecem vivas dentro de mim. Enfim, quero ser um padre companheiro, ativo dentro do povo, que, ao mesmo tempo, trabalhe junto a ele, seja amigo na caminhada paroquial e, acima de tudo, um propagador do Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo, um padre que seja sal da terra e luz do mundo, independente de onde for enviado. Um padre que ama a Deus e o povo que me será confiado”.

Diocese de Criciúma ganhará mais um padre-2

Compartilhe

Voltar às notícias