Dia do Trabalho: Juiz da Vara de Araranguá avalia direitos na pandemia

Durante entrevista ao programa On, titular falou de produtividade e os desafios de utilizar a tecnologia como ferramenta para decisões trabalhistas

Em entrevista ao programa ON de sexta-feira, 30, na W3 News, o juiz titular da Vara do Trabalho de Araranguá, Rodrigo Goldschmidt, falou dos desafios trabalhistas neste período de pandemia. Questionado sobre o uso da tecnologia como ferramenta para as decisões nas ações trabalhistas, o juiz disse que o chamado tele trabalho foi um dos maiores desafios dos últimos tempos.

“Novas modalidades vem surgindo, como por exemplo, com uso de plataformas digitais, entregas de mercadoria por aplicativo, o uber, vem desafiando a Justiça do Trabalho. Outra questão importante é a divisão entre vida privada do trabalhador e atividade laboral, porque estes aplicativos de comunicação como whats e Instagram permitem que o funcionário seja acionado fora da jornada de trabalho”, avaliou.

Para ele, a pandemia também facilitou a solução de conflitos trabalhistas, principalmente porque as audiências puderam ser realizadas virtualmente. As partes podem optar por processos totalmente digitais, o que permite que a decisão seja mais ágil.

Na Vara do Trabalho de Araranguá o desempenho nos últimos meses tem sido positivos com a adaptação digital. Tramitam, desde o início do ano, 233 processos novos e foram realizadas 181 audiências. De acordo com o juiz, 145 ações já resultaram em conciliação entre as partes. O volume é considerado maior que ano passado.

Acompanhe a entrevista completa:

https://youtu.be/IhVpEzqcMB0

Quer receber notícias pelo WhatsApp? Clique aqui

Em entrevista ao programa ON de sexta-feira, 30, na W3 News, o juiz titular da Vara do Trabalho de Araranguá, Rodrigo Goldschmidt, falou dos desafios trabalhistas neste período de pandemia. Questionado sobre o uso da tecnologia como ferramenta para as decisões nas ações trabalhistas, o juiz disse que o chamado tele trabalho foi um dos maiores desafios dos últimos tempos.

“Novas modalidades vem surgindo, como por exemplo, com uso de plataformas digitais, entregas de mercadoria por aplicativo, o uber, vem desafiando a Justiça do Trabalho. Outra questão importante é a divisão entre vida privada do trabalhador e atividade laboral, porque estes aplicativos de comunicação como whats e Instagram permitem que o funcionário seja acionado fora da jornada de trabalho”, avaliou.

Para ele, a pandemia também facilitou a solução de conflitos trabalhistas, principalmente porque as audiências puderam ser realizadas virtualmente. As partes podem optar por processos totalmente digitais, o que permite que a decisão seja mais ágil.

Na Vara do Trabalho de Araranguá o desempenho nos últimos meses tem sido positivos com a adaptação digital. Tramitam, desde o início do ano, 233 processos novos e foram realizadas 181 audiências. De acordo com o juiz, 145 ações já resultaram em conciliação entre as partes. O volume é considerado maior que ano passado.

Acompanhe a entrevista completa:

Quer receber notícias pelo WhatsApp? Clique aqui

Compartilhe

Voltar às notícias