Debate da reforma administrativa acontece hoje abertamente na Câmara de Vereadores

Reunião será aberta ao público e ocorre as 19h

Proposta pelo vereador e vice-presidente da câmara de vereadores, Jair Anastácio (PT), ocorre hoje (23) as 19h uma audiência pública em debate a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 032/2020. A PEC em questão trata-se de uma reforma administrativa que, segundo o anfitrião, deve "ser socialmente orientada e decidida de forma democrática.". A reunião será a primeira conduzida abertamente na câmara desde o inicio da pandemia da Covid-19.

Jair esteve no Programa On na W3 News na ultima terça-feira (21), falando sobre os motivos de ter convocado o debate aberto. "É uma reforma que vem mais uma vez mexer nos direitos da classe trabalhadora, dessa vez no serviço público (...) e ela não mexe nos privilégios dos políticos, do judiciário ou dos militares.", justifica. Segundo o vereador, os debates irão discutir o assunto em nível federal, estadual e também do município, visto que cada cidade possui suas peculiaridades que não devem ser desconsideradas.

O debate possui participação confirmada de grupos sindicalistas de Araranguá, e o vereador garante que tanto aqueles que são a favor e aqueles que são contra a reforma terão espaço e voz no debate, na condição que compareçam. Além disso, qualquer cidadão é convidado a participar, visto que um dos principais objetivos do debate é sanar as duvidas da comunidade.

Acompanhe a entrevista na integra:



Quer receber notícias pelo WhatsApp? Clique aqui

Proposta pelo vereador e vice-presidente da câmara de vereadores, Jair Anastácio (PT), ocorre hoje (23) as 19h uma audiência pública em debate a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 032/2020. A PEC em questão trata-se de uma reforma administrativa que, segundo o anfitrião, deve “ser socialmente orientada e decidida de forma democrática.”. A reunião será a primeira conduzida abertamente na câmara desde o inicio da pandemia da Covid-19.

Jair esteve no Programa On na W3 News na ultima terça-feira (21), falando sobre os motivos de ter convocado o debate aberto. “É uma reforma que vem mais uma vez mexer nos direitos da classe trabalhadora, dessa vez no serviço público (…) e ela não mexe nos privilégios dos políticos, do judiciário ou dos militares.”, justifica. Segundo o vereador, os debates irão discutir o assunto em nível federal, estadual e também do município, visto que cada cidade possui suas peculiaridades que não devem ser desconsideradas.

O debate possui participação confirmada de grupos sindicalistas de Araranguá, e o vereador garante que tanto aqueles que são a favor e aqueles que são contra a reforma terão espaço e voz no debate, na condição que compareçam. Além disso, qualquer cidadão é convidado a participar, visto que um dos principais objetivos do debate é sanar as duvidas da comunidade.

Acompanhe a entrevista na integra:

Quer receber notícias pelo WhatsApp? Clique aqui

Compartilhe

Voltar às notícias